“Ele tentou violá-la!”: Descoberta chocante em “Quero é Viver”

Em “Quero é Viver”, Susana e Rita regressam de Londres no dia de casamento de Matias e revelam que Frederico tentou abusar da ex-namorada. Gabriel fica furioso e quer matar o professor.

20 Nov 2022 | 18:50
-A +A

Em “Quero é Viver“, no dia de casamento de Matias (João Bettencourt) e Tomás (Diogo Carvalho) o ambiente é de festa. No final da cerimónia, todos aplaudem. Sérgio (Fernando Rodrigues) discursa a dizer que, apesar de nunca ir compreender os gostos do neto, desejar-lhe que seja muito feliz com Tomás. Todos aplaudem. Nesse momento entra Frederico (Diogo Infante), a olhar fixo para Natália (Fernanda Serrano) , discursa a seguir a desejar tudo de bom para o filho, faz-se um silêncio ostensivo a ignorá-lo.

A surpresa é geral quando Rita (Margarida Corceiro) chega com Susana (Ana Cloe) para a festa. Susana aproxima-se de Frederico e diz-lhe: “Não vim estragar a festa do seu filho, mas garanto que, se dependesse de mim, estava neste momento a ser arrastado para os calabouços da Polícia Judiciária.” O professor responde que não sabe do que ela está a falar e Susana frisa que veio para mandá-lo para a cadeia por ter tentado violar Rita. “Vemo-nos em tribunal.”

 

Ainda em “Quero é Viver”

 

Nesse momento, Frederico puxa Rita para conversarem e ela grita: “Não vou. Não quero. Não me podes obrigar. Solta-me!”. Gabriel (Thiago Felizardo) aproxima-se e avisa: “Ouviu a minha filha. Ou a solta imediatamente, ou chamo a polícia.” O professo afasta-se a protestar.

De seguida, Gabriel olha em choque para Rita e Susana a explicarem-lhe que vieram a Portugal não para irem ao casamento de Matias. A ex-mulher dele revela: “A Rita vai apresentar queixa contra o Frederico, na polícia. Ele tentou violá-la.” O psicólogo olha para a filha e pergunta se aquilo é verdade. A jovem assume que sim e explica: “Foi por isso que me fui embora de Portugal. Desculpa, pai. Tive vergonha, não fui capaz de contar. A mãe demorou imenso tempo a arrancar-me a verdade.”

Gabriel sai disparado em fúria a gritar: “E deixei-o ir assim? Vou matá-lo!”

 

Texto: Neuza Silva (neuza.silva@impala.pt); Fotos: Divulgação TVI

PUB