Quem é a dona Elisa, a mulher que cumpriu um sonho ao vestir Cristina Ferreira?

Estivemos à conversa com Elisa Carvalho, a criadora do vestido vermelho com que Cristina Ferreira pisou o palco do Coliseu dos Recreios para apresentar a 24.ª edição dos Globos de Ouro.

30 Set 2019 | 20:55
-A +A

Cristina Ferreira colocou o desafio a todas as costureiras do País: criar um dos vestidos para usar na noite da 24.ª edição dos Globos de Ouro. O concurso foi lançado em junho e a costureira foi selecionada.

Na altura, Cristina dizia que o único requisito era «ter o sonho de costurar o vestido mais bonito do mundo». «Sim, uma costureira vai fazer um dos meus vestidos dos Globos. Tenha 20, 40, 60 ou 80 anos. Tem de ter apenas o sonho de me costurar o vestido mais bonito do mundo», anunciava a apresentadora do canal de Paço de Arcos.

A costureira que criou o segundo vestido usado por Cristina Ferreira durante a gala dos Globos de Ouro, na noite deste domingo, dia 29 de setembro, chama-se Elisa Carvalho, tem 63 anos e trabalha como costureira há quase 50.

«Trabalho com costureira desde que me conheço. Tinha 14 anos quando comecei e nunca parei. Trabalho desta maneira por amor», disse a costureira, em conversa com a TV 7 Dias, tecendo os maiores elogios a Cristina Ferreira.

 

«A Cristina dá valor àquilo que tem»

 

«A Cristina é aquela menina, aquela essência que eu achava que era e que confirmei… Do povo mas com muito talento. Ela é aquela pessoa que dá valor àquilo que tem à volta dela e tem uma equipa fantástica. Estou muito feliz», confidenciou a costureira, que não esperava ganhar o concurso lançado pela estrela da SIC.

Em conversa com a TV 7 Dias, Elisa Carvalho contou-nos como tudo começou. «Inscrevi-me no concurso e pensei: ‘Eu sou uma agulha no palheiro’. E nunca mais pensei no assunto. Um dia, quando estava no meu trabalho, recebi uma chamada da revista Cristina a dizerem-me que tinha sido a escolhida e se eu estava disposta a fazer o vestido… E eu disse que sim!», recordou.

 

«A minha intenção era mostrar que somos talentosas»

 

A notícia de que tinha sido a costureira eleita foi encarada como um grande desafio. «Quando mandei o email, pensei: ‘Gostava de fazer isto!’. Porque era ‘a Cristina’. Eu tenho trabalhado com alguns ateliers, já vesti várias figuras públicas, mas estou sempre por trás… A minha intenção era mostrar que nós – costureiras – somos talentosas e, às vezes, somos maltratadas», referiu.

«Por vezes, pensam que nós somos uma ‘costureirinha’ que está numa empresa a fazer uma ‘operação’, mas nós já trabalhámos muito para chegar onde chegámos. É uma área muito mal paga», justificou.

Cristina Ferreira fez questão de acompanhar todo o processo de criação do vestido. Aliás, a inspiração partiu mesmo da apresentadora da SIC. «A Cristina teve as ideias, disse-me o que gostava e eu transportei isso para a modelagem, fiz um protótipo e ela gostou!», revelou a costureira, que diz que o que mais gosta é de fazer «fatos de festa».

Elisa Carvalho é natural de Vila Franca de Xira, mas vive em Cascais, onde tem o seu próprio atelier de costura. Já vestiu várias figuras públicas, como a cantora Marisa Liz, para as galas de The Voice Portugal, da RTP1, em 2016.

Esta foi a primeira vez que vestiu Cristina Ferreira e espera, com este desafio, ter contribuído para dar mais visibilidade ao trabalho das costureiras, em Portugal.

 

VEJA TAMBÉM:
Cristina Ferreira vive «minutos de pânico»! Vestido rebentou 3 vezes durante gala
Hilariante! Castelo Branco comenta vestidos de Cristina: «És a Estátua da Liberdade?»
Cristina com Nossa Senhora nas costas em noite de consagração

 

Texto: Ana Filipe Silveira e Sofia Santos Cardoso | Fotografias: Tito Calado

PUB
Top