Em lágrimas, ISABELA VALADEIRO revela LIÇÃO DE VIDA dada pelo pai

Isabela Valadeiro é a mais recente contratação da SIC. A atriz de 22 anos, que dá vida à excêntrica Telma em Golpe de Sorte, revela qual o maior ensinamento que o pai lhe transmitiu.

01 Jun 2019 | 20:15
-A +A

Em Golpe de Sorte, Isabela Valadeiro dá vida à excêntrica e alegre Telma, que passa de filha de uma vendedora de fruta a milionária num ápice. Na vida real, a jovem atriz de 22 anos tem um percurso bem diferente. Em comum com a sua personagem estão as origens humildes, das quais fez questão de falar no Alta Definição deste sábado, 1 de junho.

Natural de Santo Amaro, uma aldeia alentejana, Valadeiro falou da importância da família no seu percurso, em particular do pai. «O meu pai é um homem muito altruísta. Hoje quando vou à aldeia ele diz: ‘Tu vais continuar a falar com estas pessoas’. É sem dúvida um exemplo para mim, nunca disse isto. Mas é», começa por revelar.

E é nesta altura que a emoção toma conta de Isabela Valadeiro. Daniel Oliveira pergunta-lhe por que nunca fez este elogio ao pai. «Nunca calhou. Nunca privei tanto com ele em determinados assuntos. Se calhar devia ter privado, mas ainda estou a tempo. Foi só uma abertura que se foi construindo [mais com a minha mãe]», explica Isabela, que diz com certeza que sente o orgulho do pai no percurso que tem construído. «Por ele não se expressar tanto, talvez eu também não me expresso tanto. Mas vejo que ele tem orgulho em mim e que, sem dizer, tem muita orgulho na minha escolha.»

O trabalho na loja de cigarros eletrónicos e a vida em Lisboa

 

Isabela Valadeiro trocou o Alentejo por Lisboa aos 18 anos. Uma mudança que teve a sua dose de dificuldades. «Cheguei a Lisboa, num quarto mais com quatro pessoas, o meu irmão deixou-me lá e assim que ele fechou a porta caiu-me tudo. Queria voltar para os braços da minha mãe. Ganhei consciência de que estava por minha conta», explica.

Antes de alcançar a fama nas novelas da TVI, começou a trabalhar e a estudar ao mesmo tempo. «Estava a trabalhar numa loja de cigarros eletrónicos. O primeiro mês foi teste, mas depois safei-me. Saía da loja e ia para a escola», conta.

O dinheiro não abundava, mas Isabela Valadeiro garante que nada lhe faltou. «Passei semanas sem quase dinheiro na conta. Ia ao supermercado e em vez de comprar dois sacos de pão, comprava só um. Mas nunca me faltou nada, nunca passei fome.»

Foi já a viver em Lisboa que lhe disseram que devia apostar no mundo da moda. Isabela seguiu o conselho e ganhou o concurso Face Model of The Year, em 2016. A hipótese de ser atriz não demorou a chegar. Após duas novelas na TVI, mudou-se para a SIC onde interpreta a personagem Telma, na série Golpe de Sorte.

«Tenho medo de ir deixando pessoas para trás»

 

Focado na carreira como atriz, só há um medo que assombra Isabela Valadeiro. «Tenho medo de, por estar tão focada, ir deixando pessoas para trás. Eu sou muito workaholic e se não tiver tempo para estar com os meus amigos não vou estar. Tenho medo de não estar em momentos cruciais da vida deles. Já aconteceu, já deixei de ver amigas minhas. Isso é que me incomoda. Eu quero que elas sintam que podem contar comigo», confessa, com a voz embargada.

Por fim, Isabela Valadeiro revela três hobbies bastante peculiares. A atriz gosta de tocar trompete, imitar Aníbal Cavaco Silva e escrever poesia. Quanto ao maior elogio, a Telma de Golpe de Sorte conta: «Já ouvi colegas a dizerem-me que sou bonita por fora e linda por dentro. É bom ouvir isso de pessoas que me conhecem há meses».

 

Veja mais:
Isabela Valadeiro recorda sacrifícios da família
Nova estrela da SIC derretida com Daniel Oliveira

 

Texto: Mariana de Almeida; Fotos: Impala

PUB
Top