Emoção em Terra Brava: Beatriz entra em guerra com Eduarda e sai de casa com o filho

Eduarda concorre a presidente da Câmara e usa o neto na campanha. Beatriz fica furiosa e acusa a mãe de estar a usar o menino para seu proveito.

16 Abr 2020 | 21:40
-A +A

A novela Terra Brava está ao rubro e, na fase da história que os portugueses estão a ver na SIC, Eduarda (Maria João Luís) já demonstrou vontade de se candidatar a presidente da Câmara. E, para ganhar, não olha a meios, o que vai provocar uma verdadeira guerra com a filha, Beatriz (Mariana Monteiro).

Em breve, Eduarda irá convidar Prazeres (Noémia Costa) para fazer parte da sua lista. Numa das cenas, as duas conversam sobre esta candidatura e a irmã de Arminda (Ângela Pinto) sugere que seria muito vantajoso se a empresária usasse o seu neto «aleijado» na campanha. «Se volta a chamar aleijado ao meu neto, sai imediatamente da minha lista», grita Eduarda, ofendida.

Atrapalhada, Prazeres pede-lhe desculpa, mas Eduarda fica a pensar na sugestão. Nesse momento, chega Martim (Tomás Andrade) e a avó fala com ele sobre aquela ideia, o que o deixa desagradado. «Não acho piada nenhuma a isto. Não quero ir a entrevistas, nem a sessões fotográficas. Queres levar-me para quê? Para as pessoas terem pena de mim?»

A avó nega e convence-o, apelando ao sentimento: «Vens porque és o meu neto querido. Quero que tu vás para que outros meninos que tenham estado doentes como tu percebam que é possível ficar melhor. Tu és um exemplo para eles. Temos de os ajudar a ter confiança.»

Mais tarde, já pelas ruas de Vila Brava, Eduarda e a sua comitiva avançam e distribuem panfletos de campanha pela população. Martim está com a avó, que vai falando com várias pessoas e prometendo resolver todos os seus problemas. Diogo (João Catarré) aparece nesse momento e percebe que Martim esta com dificuldades em andar. Beatriz também chega, senta o filho num banco e percebe que o menino tem o pé inchado.

«Estou a pedir-te que não nos separes»

Furiosa, e já em casa, Beatriz discute com a mãe e acusa-a de usar o Martim para os seus interesses políticos. «Estás a dramatizar uma coisa que não teve importância nenhuma», responde a empresária.

«Usaste o meu filho para comover as pessoas, como se ele fosse um desgraçadinho numa montra! O Martim e eu vamos embora desta casa, para bem longe de ti», diz Beatriz, deixando a empresária em choque: «Não me faças isso! Não me leves o Martim! Esta é a vossa casa! Eu mudo! Prometo que me vou controlar, mas não me leves o Martim, peço-te ! O lugar dele é ao pé de mim!»

Beatriz reage: «O lugar do Martim é ao lado da mãe, que sou eu. Vou levá-lo para longe da tua prepotência e dos teus esquemas desonestos, desta paz podre!». Mas Eduarda, já desesperada, não desiste: «Eu ajudei-te, Beatriz. Estavas grávida e eu ajudei-te. Cuidei de ti quando tiveste de largar a faculdade e quando ficaste mal. Fui eu que estive ao teu lado até o bebé nascer. E também fui eu que insisti que fosses acabar o curso. Tomei conta do Martim enquanto tu e o Tiago se formavam, quando iam viajar… Não compreendes a nossa ligação. Não estavas aqui. Não viveste muitos momentos que foram só meus e dele. Estou a pedir-te que não nos separes»

Beatriz diz-lhe que devia ter pensado nisso antes e, aos gritos, a mãe acusa-a: «Egoísta! Só pensas em ti! Vais tirar-lhe tudo o que conhece! Estou a implorar-te!» Contudo, Beatriz sai determinada, deixando a mãe angustiada.

 

Leia ainda:
Revelação em Terra Brava: Eduarda é a verdadeira mãe de Martim | Veja as fotos
Choque em Terra Brava: Diogo vai para a cama com Eduarda e depois acaba com ela
Passatempo: teste os seus conhecimentos sobre… Telenovela Terra Brava

 

Texto: Neuza Silva; Fotos: Divulgação SIC

 

Pontos de Venda das Nossas Revistas

PUB
Top