“Escatologia, sexo e umas tantas caralh**as”: Famosos destroem programa de Bruno Nogueira

Os atores São José Lapa e Guilherme Leites mostraram-se críticos do novo programa de Bruno Nogueira, “Princípio, Meio e Fim”, que marca o regresso do comediante à SIC.

13 Abr 2021 | 22:03
-A +A

São José Lapa assistiu ao novo programa de Bruno Nogueira, “Princípio, Meio e Fim”, que se estreou no passado domingo, 11 de abril, e não se mostrou particularmente agradada com o resultado. A atriz, de 70 anos, foi, aliás, bastante crítica com o formato que marca o regresso do comediante à SIC.

Foi por intermédio da sua página de Facebook, numa publicação de acesso público, que São José Lapa decidiu manifestar-se sobre o formato da estação de Paço de Arcos, que, segunda a própria, “não é um programa de humor, o tal do Nogueira”, mas sim “uma coisinha”. E defendeu que o teor do mesmo é baseado em “escatologia, sexo e umas tantas caralh**as”, “elementos primordiais de qualquer merd*”.

Na caixa de comentários à publicação da intérprete, o ator Guilherme Leite opinou, também ele, de forma negativa sobre o projeto do humorista, afirmando que abandonou o programa ao fim de “cinco minutos” por se ter sentido “um intruso”. E aproveitou para mandar uma bicada à SIC. “É suposto que a televisão funcione ao contrário e que o espectador se sinta em casa. Alguém na SIC está a confundir tudo.”, escreveu.

 

São José Lapa enaltece Ricardo Araújo Pereira em detrimento de Bruno Nogueira

 

Noutro comentário em resposta à publicação da atriz, um seguidor também criticou o programa de Bruno Nogueira, apelidando-o de “muito estranho”, que “nem com bons atores consegue passar”. Seguiu-se uma crítica generalizada às estações de televisão portuguesas. “As televisões continuam a ser dirigidas por analfabetos”, disse o fã. Em jeito de resposta, São José Lapa foi ainda mais dura na sua avaliação do programa “Princípio, Meio e Fim”, enaltecendo outro comediante: Ricardo Araújo Pereira.

“É querer agradar a uma minúscula fatia de espectadores com lobbie montado, graçola pós-modernaça já muito batida, velha e sem graça. Contraponto de dias a fio de música pimba. Equivalem-se. Ai, valha-nos o Ricardo Araújo Pereira e co[mpanhia]!”, escreveu.

São José Lapa não se coíbe de mostrar a sua opinião sobre o que é feito no panorama artístico e televisivo em Portugal. Já o tinha feito, recentemente, quando Marco Paulo foi apresentar o seu novo tema ao programa “Casa Feliz”, da SIC. Noutra ocasião, a atriz também criticou a série “Crónica dos Bons Malandros”, exibida pela RTP1, apelidando-a de “puro amadorismo”.

 

Texto: Alexandre Oliveira Vaz; Fotos: Arquivo Impala e D.R.

PUB
Top