“Espero que tenha crescido como ser humano”. Helena Laureano lança farpas a Jorge Gabriel

Helena Laureano recordou um episódio que viveu num centro comercial com Jorge Gabriel e diz que se sentiu “desapontada”. Saiba o que aconteceu.

04 Jul 2022 | 21:00
-A +A

Helena Laureano expôs publicamente uma situação que viveu com Jorge Gabriel no passado e que a deixou “triste e desapontada”. A revelação foi feita pela atriz no programa “Passadeira Vermelha”, da SIC Caras, na sexta-feira, 1 de julho.

“Eu estava nas Amoreiras com a minha filha muito bebé – portanto, isto já foi há muitos anos, pois a Beatriz tem 22 – e o Jorge Gabriel estava no elevador. Olhou para mim e foi como se não me conhecesse. Custou-me, não gostei”, começou por contar Helena Laureano sobre a experiência que teve com o apresentador de “A Praça da Alegria”, da RTP1.

“Possivelmente, ele não estaria nos seus dias, todos nós temos dias maus, mas fiquei triste, desapontada”, disse  ainda a comentadora do formato, acrescentando depois: “Espero que o Jorge Gabriel tenha crescido como pessoa e como ser humano e parece-me que sim, parece-me que está mais simpático”.

Helena Laureano integrou o leque de comentadores do “Passadeira Vermelha”, depois de ter feito parte do elenco da série “Golpe de Sorte”, da SIC. A atriz foi um dos nomes apontados para o “Big Brother Famosos”, mas terá recusado o convite da TVI. Saiba porquê aqui

Helena Laureano foi vítima de violência doméstica

Em abril de 2021, Helena Laureano deu uma grande entrevista a Manuel Luís Goucha e recordou uma das fases mais difíceis da sua vida, que aconteceu em 2012. A atriz contou que, nessa altura, sofreu violência doméstica às mãos de um ex-companheiro.

Perante as palavras da convidada, o apresentador do vespertino da estação de Queluz quis saber como é que se deixou maltratar. “O amor é cego, dei tudo. Já passou”, disse Helena Laureano, admitindo que esses episódios lhe deixaram marcas para a vida e lembrando que o mais grave aconteceu durante uma viagem com o ex-companheiro a Cabo Verde. “Não dei queixa dele, fui para o hospital e não quis ser cosida”, contou, revelando que ficou com um rasgão na nádega esquerda. “Passados dois dias, estava com ele nas salinas…. Já passou, já perdoei”, frisou, admitindo que perdeu a autoestima. “Tu não gostas de ti, és feia, tu deixas de ser tu própria. Pensas que amanhã é outro dia”.

Texto: Carolina Sousa e Carla S. Rodrigues; Fotos: Reprodução redes Sociais 

PUB