“Estava lá outro”: Maria João Abreu, afinal, tem dois aneurismas

Maria João Abreu estava no camarim quando se sentiu mal. A atriz já andava preocupada com o seu estado de saúde há cerca de um mês. Acabou por sofrer o rompimento de um dos dois aneurismas.

06 Mai 2021 | 21:16
-A +A

Maria João Abreu tem, afinal, dois aneurismas e sofreu o rompimento de um deles. João de Carvalho, que contracena com a atriz na novela “A Serra”, da SIC, explicou ao final desta tarde, na inauguração de uma exposição dedicada ao pai, o veterano Ruy de Carvalho, que a artista, de 57 anos, “andava muito preocupada com coisas pessoais e adiava uma ida ao médico”.

“Estamos todos muito, muito preocupados. Para terem uma ideia, todas as noites, às 21h30, estamos em conjunto, no WhatsApp, a orar por ela. Todos nós temos uma vela acesa em casa por ela. No dia em que aconteceu, não sei quantas vezes é que eu rezei o terço…”, começa por recordar João de Carvalho, assumindo que Maria João Abreu “já tinha sentido algumas coisas antes” de, na passada sexta-feira, 30 de abril, se ter sentido mal. “Nós conversávamos muito, porque ela era muito amiga da Lena [mulher de João de Carvalho, que morreu em 2014 na sequência de um AVC hemorrágico]. A João perguntou-me quais eram os sintomas. Dizia-me que tinha dores de cabeça muito fortes”, revela.

O artista indica que a amiga falava-lhe desses sintomas “há cerca um mês, mas tinha tanto trabalho e andava tão preocupada com coisas pessoais que adiava uma ida ao médico“. Aliás, João de Carvalho acredita que terá sido o facto de Maria João Abreu andar “tão assoberbada” a nível profissional e o facto de o pai ter morrido “há pouco tempo”, exemplifica, que contribuiu para que os aneurismas tivessem rebentado. “O falecimento do pai afetou-a muito”, disse à TV 7 Dias.

“Também estava muito magrinha, mas não era pelas dietas. As pessoas [com este problema de saúde] perdem a vontade de comer. Eu lembro-me da Maria João rechonchudinha. Ela mostrou-me as pernas e eram um pauzinho. Deixou de ter curva…”, refere.

João de Carvalho conta ainda que também notou que algo estava errado com a colega de elenco na trama da SIC quando esta tentou “apertar um casaco sem sequer tocar nos botões”. “Há uma descoordenação motora quando algo se passa com o cérebro… aconteceu-lhe isso”, lembra.

João de Carvalho conta que, nessa sexta-feira, Maria João Abreu “tinha ido ao camarim fazer uma muda de roupa, sentiu-se mal e deu um grito”.

Uma vez no Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde ainda se encontra internada em coma induzido, Maria João foi submetida a uma cirurgia de modo a estancar a hemorragia decorrente do rompimento do aneurisma. “Mas ela tem dois. Os médicos localizaram o primeiro e fizeram um stent [pequeno tubo que é colocado dentro da artéria para abri-la e evitar novo entupimento], só que não deram conta que estava lá outro, numa zona mais profunda. É esse que está agora a dar os problemas”, lamenta.

“O aneurisma está para a cabeça como o cancro está para o pâncreas. Normalmente, quando aparece é para matar uns dias depois. Infelizmente, esse é o problema. Desejo muito, muito, que ela recupere, mas a recuperar que seja a Maria João, porque uma coisa parecida com a Maria João… Ela é uma mulher muito forte e uma atriz extraordinária, vê-la diminuída não sei se é justo”, termina.

Saiba todos os pormenores na edição da TV 7 Dias desta semana

Texto: Ana Filipe Silveira e Alexandre Oliveira Vaz; Fotos: Reprodução Instagram

Veja também:
Marido de Maria João Abreu quebra silêncio sobre internamento da atriz
“Continuam sem conseguir drenar o sangue acumulado”: Maria João Abreu em estado grave

PUB
Top