EUROVISÃO 2019: Israel FALHA PAGAMENTO e põe em risco SEGURANÇA!

Governo israelita comprometeu-se a pagar os 1,8 milhões de euros para garantir a segurança mas falhou pagamento. União Europeia de Radiodifusão lança aviso sobre «consequências desastrosas».

02 Abr 2019 | 22:50
-A +A

A Eurovisão 2018, a primeira organizada por Portugal, foi considerada a melhor de sempre. Título que, a avaliar pelo desenrolar desastroso dos preparativos, não irá parar às mãos da organização israelita.

A Eurovisão 2019, que acontece em maio, em Telavive, está em risco depois de o governo israelita ter falhado o pagamento de 1,8 milhões de euros necessários para garantir a segurança da arena e das infraestruturas circundantes.

A construção do palco e das infraestururas da Eurovisão, que acontece no Expo Tel Aviv, foi interrompida na segurança feira, 1 de abril, depois de a polícia mandar parar as inspecções devido a falta de dinheiro. Mais: a polícia recebeu instruções para não proceder à busca de engenhos explosivos no recinto.

 

Consequências podem ser «desastrosas» alerta UER

 

A União Europeia de Radiodifusão (UER), responsável máxima do certame de música, enviou de imediato uma carta de aviso ao primeiro-ministro israelita. E o conteúdo não podia ser mais explícito.

«O primeiro ministro confirmou pessoalmente que a Eurovisão é um evento de importância nacional no qual a segurança é da responsabilidade do estado (…) Já é suficientemente irritamente que, ao longo dos últimos meses, tenha havido constantes discussões sobre quem vai pagar as medidas de segurança (…) isto culminou tudo ontem [1 de abril] quando soubemos que a polícia israelita recebeu ordens para não proceder à inspecção da arena e do equipamento», pode ler-se na missiva enviada a Benjamin Netanyahu.

Este impedimento é inédito na história recente do certame. A carta enviada ao primeiro-ministro israelita lança também um ultimato sobre a necessidade urgente de se proceder à inspecção, uma vez que as consequências podem ser «desastrosas para a Eurovisão e para israel».

Esta segunda-feira à noite, depois de receber este aviso da EBU, o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu, afiançou que vai garantir os fundos necessários para que os preparativos decorram em segurança.

A Eurovisão 2019 acontece entre 14 e 18 de maio em Telavive. Portugal é representado por Conan Osíris, com a música Telemóveis. Conheça todas as canções a concurso aqui

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Eurovision e RTP

PUB
Top