Ex-mulher de Rogério Samora é desmentida: “Não se ia deixar agarrar por aquela senhora”

O primo de Rogério Samora desmente a ex-mulher do ator, que disse ter sido pedida em casamento pelo galã: “Com tanta mulher linda de morrer à volta, ele ia pedir à Leonor para casar?”.

20 Fev 2022 | 8:13
-A +A

É o diz que disse. A ex-mulher de Rogério Samora garantiu à NOVA GENTE que o ator a tinha pedido em casamento tempos antes de sofrer uma paragem cardiorrespiratória, em julho do ano passado. Agora, o primo do artista, Carlos Samora, vem a público dizer que Leonor mentiu.

Em declarações a uma revista semanal, Carlos não deixou nada por dizer: “Vamos lá a ver: com tanta mulher linda de morrer à volta, ele ia pedir à Leonor para casar? Isso não é verdade! Ela estava desgostosa e disse aquilo assim…”, afirmou. “Ele sempre teve umas poucas de raparigas, bem mais novas, a querer agarrá-lo. Ele estava solteiro e não tinha ninguém quando faleceu, apenas grandes amigos. Nunca deixou que o agarrassem. Não se ia deixar agarrar por aquela senhora… que já tinha tido melhores dias”, terminou o primo de Rogério Samora.

À NOVA GENTE, Leonor Samora tinha contado em exclusivo, poucos dias depois das cerimónias fúnebres do artista, em dezembro passado, que Rogério Samora – com quem se tinha casado em 1979 e divorciado 15 anos mais tarde – queria voltar a contrair matrimónio com ela.

“Dizia-me para nos casarmos. Teimou muito comigo. Dizia que até podia ser no mesmo dia [16 de abril] em que o tínhamos feito quando éramos jovens. Ele achava que lhe podia acontecer alguma coisa… Parecia que estava a adivinhar”, lamentou. A ex-mulher nunca lhe disse “sim”. “Não o lamento. Eu não quero nada dele. Sempre lhe disse isso”, lembrou Leonor, que chegou a estar grávida do ator. O sonho que ambos tinham de ter filhos foi travado por uma interrupção involuntária da gravidez. “Eu podia ter um filho, mas a minha ex-mulher abortou naturalmente. Vamos acreditar que foi Deus que não quis que ele nascesse”, clamou o artista numa entrevista.

Rogério Samora e Leonor acabaram, apesar de todas as tempestades por que passaram, por manter uma amizade única. A 17 de dezembro do ano passado, dia em que se realizou o velório do ator na Basílica da Estrela, em Lisboa, ela contava aos jornalistas como era especial a ligação que os dois tinham. “Sempre fomos muito amigos. Saímos e íamos jantar fora. Ele telefonava-me todos os dias e eu a ele. Separámo-nos, mas sempre fomos amigos. Às vezes, eu ia passar dias a casa dele”, avançou. “Tudo o que ele ia fazer ou queria fazer, perguntava-me primeiro o que eu achava. Fui muitas vezes conselheira”, sublinhou.

Ao longo dos anos e durante as muitas entrevistas que deu, foram poucas as vezes que Rogério Samora se referiu à ex-mulher. Uma delas foi quando esteve à conversa com Daniel Oliveira para o programa “Alta Definição”, da SIC. Nessa altura, mencionou ter estado casado com uma mulher que o “amava”. Pouco mais disse. Já numa outra ocasião, explicou que Leonor o “apanhou” numa fase em que “não estava ainda preparado para ser homem”. “Sou um péssimo amante. Inicio uma relação e começo logo a pensar em como é que vou acabar com aquilo”, confessou. “Não gosto de prisões e, a bem ou a mal, o amor é uma prisão e bem grande. Porque, a partir do momento em que me fazem perguntas do tipo ‘onde estiveste’ e ‘com quem’… eu descambo. Não gosto que me façam perguntas”, disse. Leonor admite: Rogério Samora “era um conquistador”.

 

Leia tudo aqui.

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB