Exclusivo! Apanhámos a nova ‘dona do pedaço’ na chegada à TVI para o ‘dia 1’

Felipa Garnel inicia, esta segunda-feira, funções como Diretora de Programas da TVI. Os desafios são muitos. A TV 7 Dias selecionou os cinco mais importantes.

05 Ago 2019 | 12:14
-A +A

Segunda-feira, 5 de agosto. É o início de uma nova era na TVI. Felipa Garnel, mandatada pela Media Capital para Diretora de Programas em substituição de Bruno Santos, entrou, esta manhã, nas instalações em Queluz de Baixo, para o seu primeiro dia como a nova ‘dona disto tudo’ da estação.

Faltavam escassos minutos para as 9 horas quando a TV 7 Dias apanhou a nova decisora dos destinos da TVI na chegada ao edifício que serve de sede à empresa que detém o canal e que a gestora conhece bem, já que lá trabalhou durante vários anos, a dirigir uma revista que pertencia à Media Capital e que foi, posteriormente, vendida a um grupo de comunicação angolano. Felipa Garnel saiu do carro, conduzido pelo marido, o neuropediatra e escritor Nuno Lobo Antunes, e entrou apressada para o primeiro dia de trabalho.

Pela frente do seu mandato, a nova gestora da programação da TVI tem vastos e diversificados desafios. O principal? Recuperar a liderança das audiências, perdida para a SIC em janeiro depois de 14 anos consecutivos no topo do pódio. Uma missão difícil, já que o canal de Paço d’Arcos domina agora em toda a linha.

 

Manhãs combativas

 

Foi através do horário 10-13 horas que a SIC iniciou a investida de roubar o título de líder à rival. Para isso, foi crucial a contratação de Cristina Ferreira. Ao comando d’O Programa da Cristina, a malveirense destronou tranquilamente o programa Você na TV!, pelo qual deu a cara durante 14 anos, e, por consequência, um dos seus ‘pais televisivos’, Manuel Luís Goucha.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Vulvovaginite foi o tema da edição de hoje de Haja Saúde com o Doutor Pedro Lopes. . . . #vocenatvtvi @pedrolopes.oficial @maria_cerqueira_gomes @mlgoucha

Uma publicação partilhada por Você na TV (@tvivocenatv) a

 

Desde então, o apresentador e a sua nova parceira, Maria Cerqueira Gomes, têm tentado de tudo para alavancar os resultados… mas sem sucesso. Os trunfos têm sido muitos, mas nenhum se tem revelado eficaz. São esperadas, por isso, mudanças nas manhãs da TVI, já confirmadas, aliás, por Goucha.

 

Tardes mornas

 

A liderança alcançada nas manhãs ajudou a SIC a elevar os resultados de toda a grelha. Júlia Pinheiro, com um programa em nome próprio no horário vespertino, protagoniza um dos casos que saíram beneficiados com a transferência de Cristina Ferreira para a antena de Paço d’Arcos.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Na horizontal. E porquê? Lesão nas costas , sapato raso e um enorme desejo de me encostar . Mas vou fazer , como sempre , um grande programa.

Uma publicação partilhada por Júlia Pinheiro Oficial (@oficialjuliapinheiro) a

 

O talk show Júlia é agora líder, empurrando para segundo lugar a até então imbatível Fátima Lopes. O programa A Tarde é Sua era o preferido do público desde a sua estreia, corria o ano de 2011, mas perde, neste momento, por uma diferença considerável para o homólogo da SIC.

 

Horário (pouco) nobre

 

A estação da Media Capital perdeu também a liderança naquela que era tida como a sua galinha dos ovos de ouro: a ficção nacional. Com a estreia da série Golpe de Sorte, protagonizada por Maria João Abreu, não há história que resulte naquele horário.

A novela Prisioneira, apresentada pela TVI como a grande aposta para a temporada que agora se aproxima do fim, saiu derrotada nos primeiros confrontos e foi empurrada para a segunda linha do horário nobre, onde também perde para Alma e Coração. A série Amar Depois de Amar ocupa agora a primeira faixa do prime time, mas também ela se tem revelado infrutífera.

 

 

Domingos com pouco brilho

 

Casados à Primeira Vista, na SIC, fez tremer a liderança dos domingos à noite da TVI, mas a quarta edição do programa Dança com as Estrelas, apresentada por Rita Pereira e Pedro Teixeira, conseguiu encerrar, com a concorrência de Lip Sync Portugal, com a preferência dos espectadores.

Seguiram-se programas como Quem quer casar com o meu filho? e Começar do Zero, que deixaram escapar as boas audiências. Conclusão: a SIC tornou-se também líder ao domingo à noite desde a estreia de Quem quer namorar com o agricultor?, que também roubou o primeiro lugar da TVI no acesso ao horário nobre

Face aos bons resultados, Daniel Oliveira, o Diretor-Geral de Entretenimento da Impresa, que detém a SIC, renovou o dating show para uma segunda temporada, que concorreu com A Tua Cara Não Me É Estranha. O talent show marcou a estreia (pouco fulgente) de Maria Cerqueira Gomes no grande entretenimento e traduziu-se em mais uma aposta falhada do antecessor de Felipa Garnel, Bruno Santos.

 

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Esta sou eu em pulgas já para domingo! 😊

Uma publicação partilhada por Maria Cerqueira Gomes (@maria_cerqueira_gomes) a

 

Resta saber se o cenário se altera em setembro, com o regresso de Pesadelo na Cozinha, o formato que garantiu à TVI audiências há muito não vistas. Como concorrente, o chef Ljubomir Stanisic terá Diana Chaves para a segunda temporada do formato que impulsionou o volte-face neste horário: Casados à Primeira Vista.

 

Motivação, precisa-se

 

Aumentar a autoestima de uma estação que saboreou a liderança durante mais de uma década será o desafio mais importante de Felipa Garnel. A gestora irá emprestar estímulo e motivação para levantar o estado de espírito de quem faz canal. Tarefa difícil, mas não impossível.

 

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: D.R.

PUB
Top