Famosos quase esgotam a coleção da viúva de Pedro Lima! Veja as imagens

Uma semana depois da morte de Pedro Lima, a mulher do ator recebeu o apoio de várias figuras públicas, que promoveram a sua loja de cerâmica. Bruno Nogueira fê-lo perante 100 mil pessoas.

12 Jul 2020 | 19:30
-A +A

A trágica morte do ator Pedro Lima, aos 49 anos, ocorrida no passado dia 20 de junho, ainda está presente na vida de todos. Apesar do momento de dor, Anna Westerlund, a viúva, tem feito de tudo para seguir em frente com a sua vida e com a dos filhos do casal: Ema, de 15 anos, Mia, de 13, Max, de dez, e Clara, de três anos e meio – o ator é ainda pai de João Francisco, de 22 anos, fruto do seu casamento com Patrícia Piloto.

Porém, a empresária não está sozinha nessa luta. Depois da tragédia ocorrida na praia do Abano, em Cascais, cuja causa da morte do ator, segundo a autópsia, foi afogamento, muitas são as pessoas que tentam ajudar a família a superar este momento doloroso e também a promover o negócio da matriarca, nomeadamente a sua loja de artesanato online.

No site, a ceramista tem várias peças exclusivas, desde joalharia a peças de decoração e a promoção das mesmas tem sido tão grande, que muitas delas já esgotaram, como é possível ver na loja online. Uma das primeiras amigas da família Lima a apelar à venda das peças foi Felipa Garnel. Sete dias após morte do ator, a ex-diretora de Programas da TVI deslocou-se ao mercado de verão Stylista, em Cascais, e adquiriu uma jarra de cerâmica de Anna, na tenda da sua loja. Depois de ter comprado o objeto decorativo, no valor de 98 euros, mostrou-a na sua rede social do Instagram.

A atriz Jessica Athayde seguiu-lhe os passos e também esteve no mesmo local, comprando uma jarra, por 96 euros. Também ela promoveu o negócio de Anna na sua conta de Instagram. Rita Ferro Rodrigues, amiga e ex-namorada de Pedro Lima, também fez o mesmo. Anna Westerlund, que celebrou 42 anos dois dias após a morte do marido, não esteve no referido mercado.

 

O Bicho deu uma ajuda

 

Mas a grande ajuda chegou um dia mais tarde, quando o humorista Bruno Nogueira, durante o seu regressado programa no Instagram, Como É Que O Bicho Mexe?, também mencionou a marca da ceramista. Perante uma plateia online de mais de 100 mil pessoas que assistiam – uma das maiores assistências que teve –, Bruno Nogueira divulgou a página da loja de Anna Westerlund. «Não vou explicar porquê, vou só meter isto aqui», disse apenas sobre este assunto. Depois, deixou o endereço da loja afixado durante toda a emissão.

Esta não é a primeira vez que Bruno Nogueira promove uma causa por motivos solidários, mas nunca o tinha feito a um particular, preferindo ajudar associações como a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, a Casa Centro de Apoio ao Sem-abrigo ou ainda a Operação Nariz Vermelho, entre outras.

Apesar de Anna Westerlund ter escrito na sua rede social que a família não atravessava uma fase complicada a nível financeiro, esta será certamente uma ajuda grande para a família, que perdeu o seu patriarca, com tudo o que isso implica, e se encontra neste momento a construir uma moradia no concelho de Cascais, um dos grandes sonhos de Pedro Lima, ao qual se juntava o desejo de casar com a mãe dos seus filhos, em 2021, altura em que celebraria 50 anos.

Além deste apoio, a ajuda ao clã é ainda assegurada pelos amigos do ator, como o dono da produtora SP Televisão, António Parente, que esteve presente desde a primeira hora – ainda no local do acidente – e que à TV 7 Dias declarou em exclusivo estar a canalizar as suas «energias para recuperar a família e proporcionar-lhe o futuro que merece».

 

Texto: Luís Correia (luis.correia@impala); Fotografias: Helena Morais, Arquivo Impala e D.R.

 

(artigo originalmente publicado na edição nº 1738 da TV 7 Dias)

PUB
Top