“Farta”: Florbela Queiroz lança apelo inquietante a Cristina Ferreira e Daniel Oliveira

A atriz Florbela Queiroz disse-se “estar farta de estar sem fazer nada” e, nas redes sociais, veio pedir aos responsáveis da televisão portuguesa um papel numa ficção.

09 Fev 2021 | 21:05
-A +A

Florbela Queiroz fez um apelo alarmante aos diretores das estações de televisão portuguesas, como Cristina Ferreira, da TVI, e Daniel Oliveira, da SIC, Nas redes sociais, a atriz, de 77 anos, pediu um papel numa série ou numa novela e afirmou “estar farta de estar sem fazer nada”.

“Ó senhores das televisões, com tantas novelas e séries, não têm um raio de um papel para mim? (…) Bolas!”, atirou a consagrada artista, numa publicação feita na tarde desta terça-feira.

Contactada pela NOVA GENTE, Florbela Queiroz, que está afastada da ficção há vários anos, explicou o que a levou a tomar esta atitude. “Eu só gosto de pôr estes posts para, de vez em quando, as pessoas se lembrarem. Realmente, as novelas são boas, estão a melhorar dia para dia, de ano para ano, de novela para novela, mas são sempre os mesmos atores. Passamos para um canal, vê-se uma novela e estão lá aqueles atores. Passa-se para outro canal e estão os mesmos”, começou por dizer, em jeito de desabafo.

A atriz falou ainda da reforma que ganha e da forma como se organiza sem trabalhar. Leia mais aqui.

 

Florbela Queiroz ligou para Nicolau Breyner

 

Em maio do ano passado, Florbela Queiroz estava recuperar de uma “dor violenta” nas costas, que a tinha levado a um hospital. Tal impediu-a de, nessa mesma altura, marcar presença no último adeus à tia, vítima de um ataque cardíaco aos 99 anos. Mas a atriz disse-se tranquila com este facto, até porque nunca vai “a nenhum funeral”. “Nem da família, nem de amigos, nem de colegas. Para mim, o corpo é uma coisa que não presta para nada. O espírito e as energias ficam cá”, desvalorizou.

De tal forma que, “há tempos”, Florbela Queiroz protagonizou um episódio invulgar. “Liguei para o Nicolau [Breyner]. Estava a ligar-lhe e pensava: ‘Este gajo não atende…’ De repente é que me lembrei: o Nicolau já partiu. Veja lá… Se eu tivesse ido ao velório e ao funeral dele, não tinha feito um disparate destes…”, confidenciou à TV 7 Dias, tendo justificado a sua tranquilidade com o tema com o facto que olhar para a morte como algo “perfeitamente normal”. “No dia em que nasci já estava a caminhar para a morte”, defendeu.

 

Leia tudo aqui.

 

Texto: Carolina Sousa e Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala

PUB
Top