Fátima Lopes leva corte no salário pela segunda vez este ano. As “ordens” são de Cristina

Fátima Lopes vê o seu ordenado ao final do mês diminuir pela segunda vez em 2020. Saiba quanto ganhava a apresentadora e quanto vai passar a ganhar com esta redução a “mando” de Cristina Ferreira.

18 Nov 2020 | 13:10
-A +A

Fátima Lopes vai sofrer dois cortes no ordenado em apenas um ano e passará a ganhar menos de um terço do que auferia na TVI. Na primeira redução, passou de 30 para 18 mil e agora, segundo ‘ordens’ de Cristina Ferreira, a apresentadora passará a levar para casa cerca de nove mil. A notícia que a apresentadora ia passar a ganhar menos já tinha sido avançada pela NOVA GENTE.

De acordo com uma revista semanal, quando renovou o contrato com a estação de Queluz de Baixo, há um ano, Fátima passou a ganhar 18 mil euros, dividos em duas partes: nove mil por ser apresentadora do canal e outros nove por conduzir diariamente “A Tarde é Sua”. A este valor, somava-se ainda uma percentagem da publicidade associada ao programa da tarde e um cachet extra por cada emissão extra, como o “Conta-me”.

Se a ideia de Cristina Ferreira for, como tem sido avançado nos últimos dias, colocar Manuel Luís Goucha nas tardes da TVI e passar Fátima Lopes para um programa de fim-de-semana, a apresentadora passará a ganhar os nove mil euros, mais um extra pelo formato semanal. “A Fátima está muito chateada com esta situação, como é natural. É que, ainda por cima, o que ganhava com a publicidade também deve desaparecer, pois no novo programa não existirá da mesma forma que num programa diário”, diz a Tv Mais, citando uma fonte.

Fátima pode ser dispensada sem indemnização

A mesma publicação revela ainda que, no próximo ano, o contrato de Fátima Lopes com a TVI permite que a apresentadora seja dispensada sem qualquer tipo de indemnização. “Ela tem um contrato de um ano mais um ano. O primeiro chega agora ao fim e o próximo tem uma nuance. É que, nos segundos 12 meses, qualquer uma das partes pode terminar unilateralmente o contrato sem necessidade de indemnização”, pode ler-se.

“Isto quer dizer que a Fátima está zangada com a saída das tardes e os cortes no salário, mas nem sequer pode reclamar, pois sujeita-se a que terminem o contrato imediatamente e isso ela não quer”, conta a fonte”, acrescentando ainda: “Ela é uma mulher forte e muito segura de si, mas estas coisas abalaram-na muito. E por mais profissional que seja, já não consegue disfarçar. E isso ninguémlhe pode apontar. Se a relação dela com Cristina Ferreira já não era próxima, agora então é que as coisas não se endireitam”.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Reprodução redes sociais
Veja também:
Cristina Ferreira e Fátima Lopes vivem momento constrangedor em direto
«Fui às trombas do agressor!» Fátima Lopes relata «coça» que deu na escola

PUB
Top