Fátima Lopes sofreu corte no salário? Cristina Ferreira acaba com as dúvidas

Fátima Lopes não sofreu qualquer redução salarial por deixar de fazer programas diários. A garantia foi dada, esta segunda-feira, por Cristina Ferreira e vincada por Nuno Santos.

23 Nov 2020 | 19:00
-A +A

“Não se mexeu um cêntimo no ordenado da Fátima Lopes.” A garantia foi dada pela Diretora de Entretenimento e Ficção da TVI, Cristina Ferreira, à margem de um encontro com os jornalistas realizado nesta segunda-feira, contrariando notícias veiculadas por alguma imprensa que davam conta de que a apresentadora teria sofrido uma redução salarial na sequência do seu adeus aos programas diários.

“Zero”, sublinhou, por sua vez, o Diretor-Geral da TVI, Nuno Santos.

A notícia de que Fátima Lopes ter sofrido um corte no suposto ordenado de 18 mil euros surgiu na mesma altura em que foi confirmado o fim do programa “A Tarde é Sua” e a consequente despedida da apresentadora das tardes da TVI. O horário deixado vago pelo atual vespertino será ocupado, a partir do dia 4 de janeiro de 2021, por “Goucha”, conduzido pelo apresentador que dá nome ao programa.

 

Fátima Lopes passa para as noites de sábado

 

Quanto a Fátima Lopes, foi-lhe entregue a apresentação da versão portuguesa do original italiano “C’è posta per te”, transmitido pela Canale 5 desde 2020 e já adaptado em mais de 20 países. Em Portugal, vai estrear-se, aos sábados à noite, no primeiro trimestre do próximo ano.

 

 

“O programa, que vive de histórias reais, contadas pelos seus protagonistas, representa uma exaltação dos afetos, ou uma tentativa de reaproximação entre pessoas que por algum motivo perderam o seu vínculo de ligação: histórias de amor que terminaram com palavras por dizer; relações entre pais e filhos que sofreram roturas abruptas; amizades e paixões que o tempo deixou para trás…”, descreve a TVI.

Ou seja, Fátima Lopes vai dar voz a “histórias repletas de emoção e de sentimento, partindo da premissa de que que nunca é tarde para abrir o coração e procurar o entendimento”. “Dois lados da mesma história, uma mensagem enviada, e a esperança de que neste programa se reencontre o outro, se procure o perdão… ou somente se reafirme o amor”, promete a TVI.

 

Regresso ao passado é “um grande desafio”

 

Aquando do anúncio do seu próximo desafio profissional, a apresentadora falou dele como “um grande desafio”. “É um desafio que recebi de braços abertos. Estou mesmo feliz por fazer este programa”, garantiu Fátima Lopes, acrescentando: “Estou mesmo entusiasmada. Eu queria muito esta mudança. Eu gosto muito de fazer day time, mas faço-o há quase 30 anos. Queria experimentar algo diferente.”

Este é quase um regresso ao passado na carreira de Fátima Lopes, já que a apresentadora se estreou em televisão na condução de um programa deste género, “Perdoa-me, da SIC, há 26 anos. O formato estreou-se em 1994 e desenrolava-se nos mesmos moldes: pessoas que procuravam pedir perdão e fazerem as pazes no pequeno ecrã. Alexandra Lencastre começou por ser a apresentadora de “Perdoa-me” e só mais tarde Fátima Lopes assumiu o papel de anfitriã.

 

Texto: Ana Lúcia Sousa e Dúlio Silva; Fotos: reprodução redes sociais

 

PUB
Top