Festa é Festa: Aida e São desabafam uma com a outra e declaram vingança aos maridos

Desiludidas por terem perdido os seus negócios, após uma aposta dos maridos no jogo, Aida e São estão desoladas e decidem fazê-los pagar por tudo.

25 Fev 2024 | 12:12
-A +A

Nos próximos episódios, São (Sílvia Rizzo) vai ter com Aida (Ana Guiomar) para desabafar com ela sobre tudo o que tem acontecido, mas a amiga está muito ocupada com as coisas da agência de viagens e não lhe dá a atenção que São precisa.

Leia ainda: Festa é Festa: Está o caldo entornado entre Bino e Delfim na junta de freguesia

A emigrante continua a desabafar e diz: “Não tenho tido descanso…Perdi mon atelier, era um sonho meu…Tenho saudades de estar a mexer em tecidos, a tirar medidas, a créer… Criar faz-me uma falta danada… Faz mesmo…Agora até tenho a pessoa que foi amante do mon mari lá em casa… Já para não falar o que foi découvrir há uns tempos que o Nando se enrolou com ela quando éramos namorados. E pior: ainda veio um filho. Mais uma machadada!” Aida acaba por ficar solidária e a emigrante continua: “São machadês atrás de machadês e o que é que foi feito de moi? Pobre, falida, sem atelier, a aturar a Gracinda que voltou para destruir ma vie… Um filho longe, a minha filha muito desiludida com isto tout, bien sûr… Foi tudo por água abaixo, Aida… Uma vida inteira por água abaixo.”

A amiga começa a ouvi-a com atenção, pois de certa forma está a passar pelo mesmo e sublinha: “Eu entendo o que estás a sentir na pele, amiga. Porque, na verdade, essa dor, essa desilusão, essa tristeza tem um nome. Maridos. A culpa disto tudo, de tudo o que está a acontecer, do nosso padecimento, é culpa dos inúteis e parvos e filhos da mãe dos nossos maridos! E ainda digo mais!” Decidida, a mãe de Betinha (Ana Marta Contente) reforça: “Também, mas principalmente porque acham que nós vamos perdoar sempre. O trio Odemira da Bela Vida acha que estamos aqui, garantidas, tolinhas, a dar o perdão… E a verdade é que eles deviam apanhar um susto. Devíamos vingar-nos” A amiga pergunta se ela está a falar de uma grande vingança e ela diz que sim, mas ainda não sabe o quê, pois tem andado muito ocupada com a agência de viagens.

São também gostava de ter uma ocupação e Aida parece ter uma ideia, revelando a sua ideia de vender roupa em segunda mão e a emigrante fica muito entusiasmada com a ideia. A mulher de Nando (Manuel Marques) começa a pensar na quantidade de roupa que tem e que não veste e começa a imaginar como a vai vender e o dinheiro que vai ganhar. “Acabei de visualizar tout. E digo-te, até já tenho nome. A Boutique da São. Merci, Aida! Merci beaucoup! Salvaste-me mesmo.” A amiga incentiva-a e afiança: “Vai ser um sucesso, filha! Não estamos cá sempre umas pásoutras?” Trocam um sorriso e abraçam-se.

Texto: Neuza Silva (neuza.silva@impala.pt)
 Fotos: Divulgação TVI
PUB