Fidalgo: “Como é possível chegarmos a este ponto?”

O ator está no Brasil, mas deixou de escrever uma mensagem de apoio às pessoas que foram afetadas pelo incêndios.

18 Out 2017 | 10:36
-A +A

O últimos dias foram trágicos para Portugal e José Fidalgo não ficou indiferente ao drama, que resultou em dezenas de vítimas mortais e pessoas feridas, e acompanhou os desenvolvimentos através da imprensa internacional.

«Como é possível chegarmos a este ponto? Estando longe e vendo o que está a acontecer no nosso país através da imprensa estrangeira, deixa-me triste pelas análises que fazem. Todos concordam que este tipo de catástrofes acontece até nos países ditos mais poderosos, com o é caso dos Estados Unidos e mais especificamente no estado da Califórnia, mas o que é unânime na crítica é a extrema falta de prevenção num país com a pequena dimensão que tem. Uma relação lógica. Dimensão e prevenção, num país que pertence à União Europeia e que o acesso às mais modernas tecnologias e subsídios poderia permitir uma maior eficácia na prevenção», escreveu na legenda da  fotografia que partilho no Instagram.

O ator, de 38 anos, deixou ainda uma mensagem de apoio a todos os que foram afetados pelos incêndios: «As minhas mais sinceras condolências a todas as pessoas que perderam tudo ou quase tudo nesta catástrofe», terminou.

José Fidalgo está atualmente a viver no Brasil, integrado no elenco da novela da Globo «Deus Salve o Rei», onde vai formar par romântico com a atriz brasileira Bruna Marquezine.

A nova novela

O ator, que os portugueses têm visto na SIC, assinou contrato com a Globo. José Fidalgo irá fazer parte do elenco da novela «Deus Salve o Rei», de Daniel Adjafre com a direção de Fabrício Mamberti.

Constatino é a nova personagem do ator, que será um dos pretendentes de Catarina, interpretada pela conhecida Bruna Marquezine.

O elenco deste novo projeto conta, também, com Marina Ruy Barbosa, que disputará o amor do personagem Renato Góes com Bruna Marquezine. A história passa-se na Idade Média e desenrola-se entre dois reinos fictícios que entram em guerra.

 

A estreia está marcada para janeiro de 2018.

 

Veja também  aqui

 

PUB
Top