Filha confirma alcoolismo de Bárbara Guimarães. Tribunal decide manter menor com Carrilho

A filha de Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho confirmou o sistemático estado de alcoolismo da mãe. O Tribunal decidiu manter provisoriamente a menor com o antigo ministro da Cultura.

14 Abr 2021 | 17:20
-A +A

A apresentadora Bárbara Guimarães encontrou-se com Manuel Maria Carrilho no Campus de Justiça, em Lisboa. Como a NOVA GENTE noticiou, em exclusivo, na sua edição do passado dia 25 de fevereiro, no seguimento de uma intervenção policial na residência da apresentadora, em Lisboa, provocada por um conflito com os filhos, sobretudo com a filha Carlota, de dez anos, esta foi entregue provisoriamente à guarda do pai.

No “auto de notícia”, a polícia descreveu a apresentadora da SIC como estando em estado de embriaguez e de grande perturbação, tendo mesmo feito uma queixa que logo seguiu para o Ministério Público, por alegado crime de violência doméstica de Bárbara Guimarães contra a sua filha Carlota.

A menor foi entretanto notificada para ser ouvida no DIAP, o que já aconteceu no dia 9 de março e onde, sabe a NOVA GENTE, confirmou o sistemático estado de alcoolismo da mãe, descrevendo os seus comportamentos mais descontrolados e agressivos para com ela, sobretudo à noite.

Depois da entrega da filha ao pai pela polícia, Bárbara Guimarães protestou junto do tribunal reivindicando a entrega de Carlota, mas o Tribunal de Família e Menores decidiu, para a sua segurança, manter provisoriamente a menor com o antigo ministro da Cultura.

Chegou, entretanto, o momento da análise dos factos por parte do tribunal que, para o efeito, convocou uma “Conferência de Família” para a passada quinta-feira, 8 de abril. Saiba todos os pormenores e as razões que levou o tribunal a impor exame de alcoolismo a Bárbara Guimarães na edição impressa da Nova Gente.

 

Texto: Humberto Simões; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top