“Fizeram-me convites insinuantes”: Catarina Furtado revela assédio na televisão

Catarina Furtado deu uma entrevista a uma publicação semanal, onde revela que três pessoas diferentes, que tinham cargos hierárquicos superiores ao seu a assediaram.

30 Abr 2021 | 19:40
-A +A

Catarina Furtado já havia revelado ter sido vítima de assédio sexual, mas desta vez, em entrevista a uma publicação semanal, a apresentadora da RTP ‘levantou um pouco a ponta do véu’ e falou sobre essa situação, que aconteceu mais do que uma vez.

“Uns fizeram-me convites insinuantes, óbvios, que não davam margem para eu ter dúvidas do que era pretendido, outros eram mais rebuscados”, contou ao Expresso, revelando que as insinuações surgiram de três pessoas diferentes, que tinham cargos hierárquicos superiores ao seu. A situação aconteceu no início da carreira de Catarina, hoje com 48 anos.

“Tinha uma retaguarda familiar, sabia perfeitamente que tinha um porto seguro”

Apesar de ser bastante nova na altura e de ter os sonhos ‘entranhados na pele’ para seguir uma carreira no pequeno ecrã, a apresentadora usou “inteligência emocional” para “evitar uma relação de hostilidade e conflito”, arranjando assim uma forma de ‘dar a volta à questão’ sem criar consequências para o seu posto de trabalho.

Ainda assim, sabia que, caso alguma represália pudesse surgir, teria sempre o apoio do pai e da mãe. “Apesar de sentir medo de perder alguma coisa que estava a conquistar por mérito próprio, tinha uma retaguarda familiar, sabia perfeitamente que tinha um porto seguro”, acrescenta.

Na entrevista ao semanário já referido, Catarina Furtado garante que não revela os nomes dos homens que a assediaram, para não criar um desvio “de uma forma sensacionalista” da situação. Mas assume também que fez esta revelação, “para que outras pessoas possam fazer o mesmo”.

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução
Leia também:
“Sincero, emotivo e inspirador”: Catarina Furtado ganha novo programa na RTP1

PUB
Top