Flor Sem Tempo: Mariana pede Vasco em casamento

Esta noite, em Flor Sem Tempo, SIC, Diana vai à farmácia e pede umas pastilhas para a garganta. Cremilde tenta fazer conversa, mas a inspetora não está muito interessada.

24 Jul 2023 | 16:16
-A +A

Esta noite, em Flor Sem Tempo, SIC, Diana vai à farmácia e pede umas pastilhas para a garganta. Cremilde tenta fazer conversa, mas a inspetora não está muito interessada. Nesse momento, o guarda liga a Diana e diz-lhe que revistaram a lavandaria e não encontraram nada. A filha de Natália fica muito irritada e sai, sem comprar nada.

Leia ainda: Vitória apanha Luís Maria a bater em Madalena

Em casa dos Valente, Catarina acaba de mostrar as armas a Tozé e diz-lhe que tem a certeza que foi Diana que as escondeu na lavandaria, para se vingar dela mas, por sorte, quando estava a fazer limpezas, deu com as armas e conseguiu escondê-las a tempo. Os irmãos pensam o que vão fazer para se verem livres das armas e Tozé diz que vai pedir ajuda a um amigo, que trabalha numa sucata.

Vasco está a lanchar quando Mariana se aproxima dele e diz que gostava de ter sido ela a trazê-lo para casa. O CEO nota que a namorada está apreensiva e pergunta se a consulta correu bem. Ela diz que está tudo bem, mas a sua expressão revela outra coisa e ela acaba por perguntar ao namorado se se lembra de alguma coisa do que se passou nos últimos tempos. O filho de Vitória diz que é tudo uma névoa. Quando parece que Mariana lhe vai dizer o que a incomoda, Lourenço e Salvador chegam e acabam por interromper o momento.

Teodoro continua enjoado por causa do barco

Na sala de provas, Caetana fala com Bruno e diz-lhe que quer retribuir os favores que lhe tem feito. O jornalista pergunta se podem envolver-se, mas ela diz-lhe que não é por aí. Conhece o diretor da Wine News e pode arranjar maneira de ele poder escrever uma coluna semanal. O homem aceita com a condição de irem festejar com um jantar e uma noite inesquecível. No armazém, Teodoro continua enjoado por causa do barco, mas Sebastião acha que pode ser uma reação do seu corpo ao rato. O pai de Mimi diz ao genro que já está a tentar apanhar o animal, mas não está fácil. O rapaz comenta com o sogro que vai ficar na quinta até a situação estar resolvida, pois é incapaz de voltar lá para casa, de momento.

Na lavandaria, Filipa diz ao irmão que está preocupada com o pai, pois tem chegado tardíssimo a casa e está com receio que possa ter reatado com Natália. Nesse momento, Gabriel chega com um saco de roupa para lavar e está visivelmente bem disposto. Quando ele sai, os irmãos apanham umas cuecas de mulher no saco dele e Filipa fica sem saber como reagir. Eduardo vai ter com o cunhado ao escritório e confronta-o por ter batido em Madalena. Luís Maria, já irritado, diz-lhe que não tem moral nenhuma para falar sobre o assunto. Eduardo responde-lhe que está a descer baixo demais: bate na mulher, assedia a enóloga da quinta e sabe-se lá mais o quê… O vilão fica passado e ordena-lhe que saia.

Mariana ganha coragem e pede-o em casamento

Vasco está deitado no sofá, a descansar. Mariana vem da cozinha e fica a observá-lo. Quando ele dá pela sua presença, pergunta-lhe o que se passa. A namorada começa a discursar, dizendo-lhe o quão importante ele é para ela e que sentiu que aquele susto foi a prova que precisava para entender que quer passar o resto da vida com ele. O CEO comenta, divertido, que ela está muito romântica. Mariana ganha coragem e pede-o em casamento. Ficamos na surpresa de Vasco. Fernando está no escritório e recorda o episódio em que teve o ataque cardíaco. Tem a sensação de que não estava sozinho, mas não consegue lembrar-se quem é que estava com ele. Caetana entra e o avô pergunta-lhe se, quando o encontrou, ele estava sozinho. A neta diz que sim, mas Fernando continua com a sensação de que estava lá alguém.

Mimi tenta convencer Sebastião a voltar para casa

Mariana está muito ansiosa porque Vasco não lhe responde. Este acaba por dizer que não quer casar, nem com ela nem com ninguém. A rapariga fica arrasada, mas o CEO explica-lhe que não é um papel nem uma cerimónia que vão alterar o que sente por ela. Mariana não consegue concordar, acha que seria o passo lógico a dar, mas o neto de Fernando não quer e entende caso ela queira seguir o seu caminho. Na esplanada do quiosque, Mimi tenta convencer Sebastião a voltar para casa, mas este recusa-se, pois o rato ainda anda por lá. Mimi liga a Teodoro, para saber se há novidades, mas o pai diz-lhe que ainda não conseguiram apanhar o bicho.

Na cozinha, Mariana desabafa com Vitória, pois está insegura em relação a Vasco. A sogra acha que não tem motivos para se preocupar e aconselha-a a forcar-se na relação maravilhosa que tem. Quando Mariana sai, a mulher de Eduardo acaba por deixar cair a tampa de uma garrafa para o chão e Luís Maria, que estava a entrar, fica a observá-la. Na casa das tortas, Catarina confronta Diana por ter posto as armas na lavandaria. A inspetora começa por negar, mas acaba por lhe dizer que, caso fique quieta, ela ficará também. Elisa vai até junto delas, desconfiada com a conversa, mas as duas disfarçam.

Recorde o episódio anterior de Flor Sem Tempo

O resumo do episódio está sujeito a mudanças em função da edição da novela.

Texto e Fotos: Divulgação SIC
PUB