“Fui um caso real de discriminação”: Fernanda Serrano recorda cancro da mama

Foi aprovada a lei que permitirá a doentes curados de doenças como cancro e diabetes contraírem créditos bancários e seguros. Fernanda Serrano aplaude.

28 Out 2021 | 14:40
-A +A

“Fui um caso real de discriminação”. Foi desta forma que Fernanda Serrano surpreendeu os seguidores ao revelar que também ela já havia sido discriminada no acesso ao crédito ou seguros por ter sido doente oncológica.

“Agora temos esta hipótese”

Nas redes sociais, a atriz apoiou a lei do “direito ao esquecimento”, aprovada recentemente pelo parlamento. Esta, por sua vez, impede que pessoas que tenham superado doenças graves, como cancro, sejam discriminadas no acesso ao crédito ou seguros.

“Muito importante quando fazemos seguros! Fui um caso real de discriminação por ter histórico clínico grave… agora temos esta hipótese”, referiu nas InstaSories da sua conta de Instagram.

“Seriedade e honestidade por vezes não compensa, parece fazerem crer! Incrivelmente infeliz a sensação de não podermos ser considerados ‘eleitos’ para podermos ter um seguro de saúde”, acrescentou. De recordar que Fernanda foi diagnosticada com cancro da mama há 13 anos.

Percorra a galeria e veja as imagens.

Fernanda Serrano sofre queda aparatosa nas gravações de novela da TVI

Fernanda Serrano já se encontra a gravar a todo o vapor a novela “Quero é Viver”, projeto de ficção que vai ocupar o horário de “Bem Me Quer”, na TVI. Durante as gravações da trama – cuja história é uma adaptação do original chileno “Casa de Muñecos” -, a atriz sofreu uma aparatosa queda e resolveu partilhar o momento com os seguidores.

“E, agora, para descontrair e rir da queda em cena da Serrano! PS – Fui a primeira a rir!”, escreveu Fernanda Serrano, num vídeo partilhado no InstaStories, ferramenta do Instagram, no qual é possível ver que se encontrava a gravar com a sua família da ficção: os atores Diogo InfanteJoão Bettencourt, que atualmente pode ser visto no papel de Lucas na novela da SIC “Amor Amor”. Continue a ler aqui.

Texto: Márcia Alves; Fotos: Reprodução Instagram

PUB