Gonçalo Amaral diz que alemão suspeito de rapto de Maddie é «bode expiatório»

O antigo inspetor da Polícia Judiciária considera que Christian Bruckner, o novo suspeito do rapto de Madeleine McCann, é um «bode expiatório»

22 Jun 2020 | 10:04
-A +A

Gonçalo Amaral era, em 2007, figura central da investigação sobre o desaparecimento de Madeleine McCann. 13 anos depois, o ex-inspetor da PJ volta a quebrar o silêncio, numa altura em que o caso voltou à esfera mediática, após as autoridades alemãs revelarem a existência de um novo suspeito: Christian Brueckner.

Gonçalo Amaral, que foi afastado da Polícia Judiciária, considera que Brueckner é um «bode expiatório» e continua a defender a tese de «negligência dos pais», Gerry e Kate. O ex-inspetor da PJ diz que o alemão é o «suspeito quase perfeito» e que só não o é porque está vivo. «Pouco importa quem é o pedófilo”, mas “é necessário uma figura que, pelo perfil, pela proximidade, encaixe para levar com as culpas», disse.

Amaral, que escreveu o livro Maddie: A Verdade da Mentira, onde expôs a sua tese sobre o casal McCann, disse que os britânicos não só «abandonaram os filhos» como «mentiram à polícia e continuam a mentir, porque não revelaram tudo o que se passou naquela noite».

Ex-inspetor da PJ diz que autoridades alemãs manipularam imagens de carrinha

Em entrevista a José Alberto de Carvalho, no Jornal das 8, o antigo coordenador da PJ de Portimão, disse ainda que as autoridades alemãs manipularam digitalmente a imagem da carrinha que pertencia a Brueckner. Gonçalo Amaral aponta que a carrinha tinha sido personalizada pelo suspeito, o que não é possivel ver nas imagens.

Madeleine McCann desapareceu em maio de 2007 do Ocean’s Club, na praia da Luz, Algarve. Kate e Gerry McCann deixaram os filhos (Maddie e os gémeos Sean e Amelie) a dormir no apartamento enquanto jantavam com amigos no restaurante do aldeamento. O casal chegou a ser arguido do caso que, entretanto, foi arquivado.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: Arquivo Impala e DR

 

Veja mais:
Investigação sobre o desaparecimento de Maddie McCann já custou perto de 14 milhões
É mentira! Pais de Maddie desmentem ter recebido carta a dizer que filha está morta

PUB
Top