Gonçalo Bilé recorda fracasso como músico: «Fiquei com zero euros na conta»

Gonçalo Bilé vê no The Voice Portugal uma oportunidade de conquistar novos públicos. Apesar de nunca ter desistido da sua carreira, não esquece o dia em que temeu deixar tudo para trás.

11 Out 2020 | 20:10
-A +A

O seu nome não é desconhecido do público português, que já se habituou a ouvir os seus singles nas plataformas digitais, e nas rádios nacionais. Aos 33 anos, Gonçalo Bilé que se estreou na indústria musical em 2012, com um álbum homónimo, abraça agora uma das maiores provas de fogo da sua vida em The Voice Portugal.

Tinha 15 anos quando atuou pela primeira vez, e desde então nunca mais parou. Já tocou em palcos como o Pavilhão Atlântico, onde fez a primeira parte do concerto de Jason Mraz, Sol da Caparica e Festas do Mar. E apesar de não conhecer outra realidade, a verdade é que este cantautor nem sempre teve um percurso facilitado.

«Toco em bares desde os 15 anos, depois comecei a gravar discos e a fazer palcos, e nunca tive outro trabalho sem ser como músico», frisou, reforçando que já se deparou com «muitas pedras no caminho», que quase o fizeram desistir desta paixão.

«Depois da gravação do meu primeiro disco, isto em 2014 e 2015, optei por deixar de tocar em bares, porque queria focar-me na minha carreira como compositor, e em nome individual, e passei por uma fase em que fiquei com zero euros na conta. A música não teve o sucesso que esperava e, na altura com poucas ferramentas para combater isso, fui-me abaixo e não procurei trabalho em bares, e naquilo que sabia fazer e durante uns tempos fiquei de mãos atadas, até que acordei para a vida», contou justificando: «Este mercado é competitivo, e temos que estar sempre a acompanhar o ritmo. Mas, a música fez-me sempre avançar e nunca desistir, e o facto de conseguir viver disto deu-me sempre alento para continuar.»

Embora nunca tenha sonhado em concorrer um concurso de talentos Gonçalo Bilé, que recentemente lançou o single Química, acredita que esta é uma excelente plataforma para «chegar a um público maior» e crescer no meio enquanto artista. Na plateia, a aplaudi-lo, terá sempre as suas “três miúdas”, a namorada Rita, a filha Carmo, de três anos e Beatriz, de 15, filha da namorada. «Foram elas que me levaram a concorrer. Como passámos muito tempo juntos, devido ao confinamento, acabaram por me dar esse empurrão.»

 

Enteada já segue os seus passos

Vive entre três mulheres, que são “o melhor” da sua vida. Orgulhoso da família que construiu, Gonçalo Bilé reforça a sua ligação com a enteada, Beatriz, de 15 anos. «A Beatriz faz parte da minha vida e acabei por servir um pouco de exemplo. Conheci-a quando tinha seis anos, hoje já tem 15, e na altura com seis anos já gostava de cantar e dançar, e hoje está a seguir esse caminho. Foi algo natural que absorveu de mim.»

Texto: Telma Santos (telma.santos@impala.pt); Fotos: Divulgação
Leia ainda:
Revelado vídeo de Prova Cega do próximo The Voice Portugal! Mentoras cantaram com mulher

PUB
Top