Goucha: “possivelmente não chegava a Marrocos”

O apresentador poderia correr risco de vida caso embarcasse para Marrocos e explicou tudo!

06 Jun 2017 | 11:57
-A +A

MANUEL LUÍS GOUCHA volta amanhã para o Alentejo depois de ter sofrido “uma embolia pulmonar ligeira” que inspirou cuidados e o levou para os cuidados intensivos do Hospital dos Lusíadas.

O apresentador revelou que está “a fazer toda a bateria de exames” que é necessária mas que, até ao momento, não tem “absolutamente nada”. Ao que parece e segundo as explicações de Goucha no “Você na TV”, TVI, tudo aconteceu antes de partir de férias para Marrocos.

“Subia as escadas e ficava ofegante. Foram pequenos sinais de alarme. Sentia pressão no peito, dor nas costas e ainda por cima sou hipocondríaco” confidenciou.

O apresentador contou que o excesso de trabalho contribuiu para toda esta situação mas que, apesar de tudo, não foi nada de grande cuidado.

Fui para os cuidados intensivos por mera vigilância”, contou

O companheiro de Cristina Ferreira acrescentou ainda que se tivesse entrado no avião “possivelmente não chegava a Marrocos” devido à pressão de ar. Uma vez que o problema foi nos pulmões, se Manuel Luís Goucha tivesse embarcado, poderia correr risco de vida. 

“Estás velho, estás acabado”, brincou Cristina com o seu companheiro das manhãs.

O apresentador mantém-se no quarto de hospital apenas para realizar os últimos exames: uma endoscopia e colonoscopia.

 

PUB
Top