Grávida da Murtosa: Advogada aponta Fernando Valente como principal suspeito do crime

Mónica Silva desapareceu na Murtosa em outubro de 2023. Desde então, Fernando Valente tem sido apontado como principal suspeito do desaparecimento.

23 Fev 2024 | 13:12
-A +A

Mónica Silva estava grávida de sete meses quando desapareceu, em outubro de 2023. Até então apenas Fernando Valente, companheiro da mulher, foi apontado como principal suspeito pelo desaparecimento. Importa referir que o homem se encontra em prisão domiciliária.

Leia ainda: Teresa Paula Marques, do polémico Supernanny, avança com queixa-crime

David Carreira faz homenagem a Sara

“Se não foi ele que tirou a vida a esta pessoa, quem?”

O assunto foi comentado no programa Dois às 10, da TVI, esta sexta-feira, dia 23 de fevereiro. Ao longo da conversa, a advogada Suzana Garcia afirmou: “Então ainda subsiste uma dúvida que é ainda pior: se não ele [Fernando Valente], quem?”, disse. “Se não foi ele que tirou a vida a esta pessoa, quem?”, acrescentou. “Se não foi encontrado o corpo está morta ou está viva?”, afirmou ainda Cristina Ferreira, durante o comentário sobre o caso da grávida da Murtosa. “A justiça constrói os casos com as evidências e com o que o que os testemunhos dizem. Se ninguém disser nada não se podem fazer milagres. Este indivíduo já vai ficar com um estigma”.

Veja também: Grávida da Murtosa: Familiar de Mónica Silva vítima de crime

Texto: Sofia Mendes
Fotos: Redes sociais
PUB