Guerra acesa nas manhãs: RTP1 contra-ataca e anuncia trunfo contra SIC e TVI

O programa “Praça da Alegria”, da RTP1, vai apostar numa competição de dança para o início de 2021. Enquanto isso, na SIC e na TVI, a guerra pela liderança das audiências promete ser feroz.

02 Jan 2021 | 9:40
-A +A

A concorrência promete ser renhida e a RTP1 vai introduzir uma nova rubrica no seu programa das manhãs, “Praça da Alegria”. Trata-se de uma competição de dança que vai estrear-se em janeiro de 2021.

Com “Dança na Praça”, a estação pública espera conseguir conquistar a preferência dos portugueses, numa altura em que a concorrência é feroz. A SIC vai dar continuidade ao programa “Casa Feliz”, apresentado por João Baião e Diana Chaves, enquanto a TVI prepara a todo gás a estreia de um novo formato, “Dois às 10”, conduzido por uma nova dupla: Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz.

A RTP1 tem vindo a diferenciar-se das estações privadas no que a “Praça da Alegria” diz respeito. Ainda recentemente, voltou a dar destaque à música popular portuguesa, através da rubrica “Cantares ao Desafio”. Agora, é a vez de dar protagonismo a uma outra arte, a dança, nesta que é uma das paixões de Sónia Araújo, a anfitriã do programa das manhãs da estação pública ao lado de Jorge Gabriel.

A apresentadora já tinha, aliás, demonstrado o seu talento para a dança quando se sagrou vencedora do programa “Danças do Mundo”. O formato, exibido em 2017, tinha o intuito de desafiar cinco rostos da RTP a aprender, em apenas três dias, uma coreografia de uma dança local enquanto viajavam pelo mundo. Sílvia Alberto, Sónia Araújo, Tânia Ribas de Oliveira, Vanessa Oliveira e Jani Gabriel foram as apresentadores escolhidas para embarcar nessa ‘aventura’.

De ressalvar ainda que Sónia Araújo venceu, em 2006, a segunda temporada de “Dança Comigo”, um formato que reunia famosos e bailarinos numa competição de dança. Um programa que foi em muito semelhante a “Dança com as Estrelas”, cuja última temporada foi exibida na TVI em fevereiro deste ano, mas suspensa devido à pandemia da COVID-19, que afetou o país e o resto do mundo.

 

Texto: Alexandre Oliveira Vaz: Fotos: reprodução redes sociais

PUB
Top