Hélder do Big Brother estreia-se na música com… ‘cromo’ do Ídolos! Ouça a música

Hélder Teixeira já colhe frutos da sua participação no Big Brother 2020. O ex-concorrente protagoniza o videoclipe do novo tema de alguém que Manuel Moura dos Santos apelidou de «valente azeiteiro».

28 Jun 2020 | 22:20
-A +A

É a estreia no universo da música (ainda que não a cantar) para Hélder Teixeira. O ex-concorrente do Big Brother 2020 surge no videoclipe do novo tema de Guita Pimpolho, nome artístico de Luís Carlos. Chama-se Chorei Amargo e foi disponibilizado na plataforma de vídeo YouTube neste domingo.

 

 

O tema é cantado por um ‘cromo’ do Ídolos, definição que os próprios jurados do talent show da SIC utilizavam para caracterizar participantes que, nas suas opiniões, não tinham talento algum para a música. Aliás, durante a sua audição, Luís Carlos foi apelidado de «valente azeiteiro» pelo presidente do júri, Manuel Moura dos Santos«É verdade. Admito isso. Mas eu sou um azeiteiro original e criativo. Sou autêntico», respondeu-lhe o jovem. «Azeiteiro?! Nem isso…», comentou Roberta Medina.

«Eu sou o ídolo de mim próprio», dizia Guita Pimpolho, então com 22 anos. Para o casting do Ídolos, escolheu cantar Pão Pão, Fiambre Fiambre, de Tino de Rans. Não passou à fase seguinte, apesar da insistência em mostrar aos jurados os seus dotes vocais.

 

 

Em meados de 2014, Guita Pimpolho atuou no programa da TVI Você na TV!, então apresentado por Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira. Enquanto a apresentadora gargalhava, o colega mostrava-se sem reação com a prestação musical do convidado. Ao seu lado, o intérprete tinha Yana, ex-concorrente da quarta edição do reality show Casa dos Segredos, também da estação de Queluz de Baixo.

 

 

No ano passado, participou no dating show First Dates, apresentado por Fátima Lopes e Ruben Rua.

 

 

VEJA TAMBÉM:
Hélder consome testosterona? A reação do ex-concorrente do Big Brother
Hélder recebe fotos de mulheres nuas na primeira noite fora da casa
Mãe de Hélder revolta-se e atira-se a Teresa: «No estrume vive ela!»

 

Texto: Dúlio Silva, Fotografias: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top