Herman José em entrevista à TV 7 Dias: «Cristina Ferreira é um mata-borrão»

Não pensa na reforma e conta que redescobriu nos palcos a «felicidade artística». Com quatro décadas de carreira, Herman José vai estrear-se a solo no Coliseu em abril.

01 Jan 2020 | 21:30
-A +A

(artigo originalmente publicado em abril de 2019)

 

Herman José celebrou 65 anos a 19 de março. mas, como diz à TV 7 Dias, o tempo da reforma ainda vai longe. O humorista estreia-se a 12 de abril no palco do Coliseu dos Recreios com o espectáculo Herman de Big Band em Ris-te. 

Com mais uma data adicionada ao calendário (no dia seguinte, 13 de abril), Herman José confessa que «não se tem idade no palco». E é precisamente por ter redescoberto a «felicidade artística» nos palcos que, às vezes, como nos revela em entrevista exclusiva, quase se esquece de receber.

Do sucesso nas redes sociais, com novas personagens como a Bxa Festivaleira, do êxito que a mãe, Odette, faz juntos dos seus fãs, passando pela moda dos influencers, Herman José revela quem segue e porquê.

 

 

View this post on Instagram

 

#dianavolta #ichbinsalvador

A post shared by Herman José (@herman.jose.oficial) on

 

Nos anos 1990, Herman José fazia nas revistas e jornais aquilo que, hoje em dia, muitos fazem nas redes sociais: mostrava carros de alta cilindrada, casas, férias, itens de luxo. Em retrospetiva, o humorista admite: «fui uma besta incalculável».

 

Veja o vídeo e perceba porquê:

 

 

Cristina Ferreira «é um mata-borrão»

 

Herman José disse, após a transferência de Cristina Ferreira da TVI para a SIC, ‘se daqui a um ano as coisas não correrem bem, ela será um corpo descartável’. Em entrevista exclusiva à TV 7 Dias, este domingo, 17 de março, nas bancas, o humorista explica, em relação ao êxito da apresentadora na estação de Paço de Arcos, que «era previsível que corresse bem, mas não que corresse tão bem».

Com mais de quatro décadas de carreira, o homem que criou Serafim Saudade, Estebes e outras personagens que fazem parte do imaginário coletivo nacional, esmiúça os segredos o sucesso da apresentadora da Malveira. «Como é um mata-borrão, pegou em tudo o que aprendeu e agora está e muito bem, a fazer [boa televisão].

 

VEJA TAMBÉM:
Herman José sobre a censura: «estava rodeado por todos os lados»
Se Cristina Ferreira é a transferência década, esta foi a do século!

 

Texto: Raquel Costa; Fotografias: Nuno Moreira

PUB
Top