Revelado o rosto do homem que salvou Diogo Carmona! Tem apenas 23 anos

Diogo Carmona mostrou a pessoa que, há três meses, lhe salvou a vida no acidente do qual perdeu o pé esquerdo. O bombeiro rapidamente reagiu às palavras de agradecimento do ator.

31 Jan 2020 | 19:30
-A +A

Diogo Carmona, de 22 anos, tornou público o rosto do homem que lhe salvou a vida, em 26 outubro do ano passado, quando foi colhido por um comboio na estação ferroviária de São João do Estoril, em Cascais, acidente do qual resultou a amputação do pé esquerdo.

«Este é o Matheus. O Matheus é bombeiro e amigo de longa data. Foi a pessoa que esteve presente no dia do incidente. Estou literalmente vivo graças a ele. Não há palavras para explicar! Valorizem os bombeiros!», pediu o jovem como legenda de uma fotografia do homem, partilhada esta quinta-feira, dia 30 de janeiro, no seu perfil de Instagram.

 

 

Matheus Morais, de 23 anos, logo reagiu ao gesto de Diogo Carmona. Na secção de comentários, o bombeiro escreveu: «Obrigado, mano! Sabes que tenho uma grande estima por ti. Aquele dia não foi fácil mas, nesse dia, vi a força brutal que tens. Se cá estás, não depende de mim, só dei uma ajudinha. Se cá estás foi porque lutaste para te manteres connosco e venceste essa luta. Agora, é cabeça erguida e olhar em frente. Sabes que estou aqui para ti.»

 

 

Mãe de Diogo Carmona assume que cometeu erros

 

Os pontos foram finalmente colocados nos is. A mãe de Diogo Carmona, Patrícia Carmona, quebrou o silêncio relativamente ao afastamento do filho numa mensagem publicada nas redes sociais em que diz que «está na hora de esclarecer que o que tem vindo a público não é verdade».

O desabafo surge na sequência de uma publicação do ator nas redes sociais, na qual agradece o apoio dos avós, do pai e do terapeuta que o está a acompanhar. Nesta publicação, Diogo – que se encontra a recuperar de um acidente que resultou na amputação de um pé – ignorou a mãe.

 

Percorra a galeria e (re)veja as primeiras imagens de Diogo Carmona após o acidente, captadas em exclusivo pela TV 7 Dias.

 

«Só quem está por perto sabe o que vai dentro do meu coração e sabe o quanto todos temos sofrido… E também são essas pessoas que sabem o quanto amo o Diogo, como sempre amei, ainda que como qualquer mãe que criou o seu filho sozinha, cometendo erros… Quem não os comete?!», diz agora Patrícia.

«Guardo para mim e para os meus o vazio da saudade, da dor de tudo quanto se tem passado, por respeito e proteção ao meu filho, porque esse é o papel de uma mãe… Proteger e respeitar, ainda que com muita mágoa de muitas injustiças e situações delicadas. Que nunca restem dúvidas que amo, sempre amei e amarei o Diogo e estarei sempre que ele ou a vida me permitam estar… Jamais abandonei ou desprezei o meu filho e jamais o farei… Aconteça o que acontecer!», termina.

 

Milhares de euros em jogo

 

Recorde-se que Diogo Carmona acusou, há um ano e meio, a mãe e a avó materna de lhe terem furtado centenas de milhares de euros. «Entrei numa fase depressiva. A minha mãe aproveitou o facto de eu estar um pouco em baixo para me internar numa ala de psiquiatria como doente. (…) Caso a pusesse em tribunal, ela ia alegar que eu era maluquinho e não tinha responsabilidade para gerir o dinheiro», declarou, em entrevista a Júlia Pinheiro, na SIC.

Patrícia Carmona defendeu-se, negando as acusações e apontando ao filho um distúrbio de personalidade: «O Diogo tem um distúrbio de personalidade». Já em entrevista a Manuel Luís Goucha, na TVI, falou da relação «desgastada» entre mãe e filho «por muitas circunstâncias». «Enquanto mãe, a minha preocupação é a saúde do meu filho. Preciso de o guardar, de o proteger», referiu.

 

Leia na íntegra a declaração de Patrícia Carmona clicando aqui.

 

VEJA TAMBÉM:
Diogo Carmona: «Metia os pés no chão e… pronto… um deles não estava lá»
Diogo Carmona mostra-se em cima de skate após amputação de pé
Diogo Carmona: «É difícil quando não podemos confiar na família»

 

Texto: Dúlio Silva com Ana Filipe Silveira; Fotografias: D.R. e Arquivo Impala

PUB
Top