Humor de Ricardo Araújo Pereira chega à TVI com piadas sobre Cristina e Goucha

O novo espaço de humor da TVI, inserido no Jornal das 8, estreia-se já no próximo domingo. Gente Que Não Sabe Estar foi apresentado esta terça-feira.

15 Jan 2019 | 19:10
pedro teixeira rita pereira
-A +A

A equipa está completa: Ricardo Araújo Pereira, José Diogo Quintela, Miguel Góis, Cláudio Almeida, Manuel Cardoso, Cátia Domingues, Guilherme Fonseca, Joana Marques e o artista visual Insónias a Carvão são os grandes protagonistas de Gente Que Não Sabe Estar, o espaço de humor político que a TVI estreia no Jornal das 8 do próximo domingo, 20 de janeiro.

A apresentação decorreu esta terça-feira no Teatro Villaret, em Lisboa, onde vão ser gravados, pelo menos, os dois primeiros programas. À conversa com os jornalistas, os humoristas não deixaram escapar o «assunto do momento»: a batalha pelas audiências entre o Você na TV da TVI, com Manuel Luís Goucha, e O Programa da Cristina da SIC, com Cristina Ferreira.

«Livramo-nos com algum alívio do horário nobre das manhãs», brincou Ricardo Araújo Pereira. Cada episódio vai ser pensado ao o mais próximo possível da reseptiva emissão, até porque Gente Que Não Sabe Estar vive da atualidade.

Já os vídeos de promoção que a estação de Queluz de Baixo transmite foram gravados, todos no mesmo dia, no estúdio do Você na TV. «Infelizmente, não vamos gravar sempre no estúdio do Goucha, que é o melhor que há neste momento em Portugal. Parece uma casinha… parece um mezzanino, até dava para fazer uma soneca lá em cima», atirou José Diogo Quintela, numa clara alusão ao formato que a estrela da SIC estreou a 7 de janeiro.

Veja aqui um deles:

Araújo Pereira felicitou ainda a TVI por o deixar estar numa estação que «permite que se faça pouco dela». «É muito simpático», atirou.

O novo formato vai para o ar «por volta das 21h00, ou um bocadinho antes ou depois», referiu ainda Quintela. «Depende do que estiver a dar nos outros canais», riu-se. Será semanal até junho, altura em que «entrará em férias», para regressar depois em outubro, mesmo a tempo das eleições legislativas marcadas para dia 6 desse mês.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos. reprodução redes sociais

PUB
Top