Inês Gutierrez e João Montez em retiro de silêncio durante três dias

Inês Gutierrez e João Montez embarcaram numa experiência única a poucas semanas de serem pais. “Arrisquem por muito medo que tenham”, diz a apresentadora.

02 Mar 2022 | 15:20
-A +A

Inês Gutierrez e João Montez, que se preparam para ser pais em breve, decidiram sair da sua zona de conforto e participaram num retiro de silêncio durante três dias. A apresentadora da TVI, que aguarda ansiosa pela chegada da sua menina, contou aos fãs tudo o que aprendeu com esta experiência única na qual não houve espaço para falar.

“Sim, ali ao fundo sou eu e o João a caminhar pela herdade, sem falar e sem telefones. Não tenho uma única fotografia tirada com o meu telefone… nenhum destes registos é meu. Mas quis partilhar convosco a experiência porque acredito que toda a gente devia fazer um retiro, nem que fosse uma vez na vida”, começou por escrever Inês no texto que publicou nas redes sociais e acompanha algumas fotos do seu último fim de semana.

Inês Gutierrez: “Arrisquem por muito medo que tenham”

“Estivemos mais de 48h em silêncio, sem telemóveis (por opção, em modo voo), no meio da natureza, dos livros, dos animais, do yoga, das caminhadas, das meditações, dos alongamentos, dos exercícios de respiração e de refeições maravilhosas. A ouvir os pássaros às 7h da manhã, como podem ver num dos vídeos que pus aí, e a deitar às 22h com um dos céus mais estrelados que já vi”, contou a futura mamã.

“Existem várias experiências deste tipo em Portugal, vocês não têm sequer que escolher um retiro de silêncio. Escolham um com o qual se identifiquem, que faça sentido para vocês. Mas façam-no! Arrisquem por muito medo que tenham. O ano passado fiz um de partilha e também me fez crescer muito”, confessa Inês Gutierrez, assumindo que estava completamente fora da sua zona de conforto. “Superei-me. Estou bué orgulhosa de mim e do João. Tínhamos o desafio acrescido de irmos em casal, mas sinto que até foi mais fácil por isso”.

O rosto do canal de Queluz deixa ainda algumas conclusões destes dias inesquecíveis: “O telemóvel é a minha maior fonte de stress; falamos demasiado e as palavras não são valorizadas como deviam; somos capazes daquilo que quisermos; babo-me de orgulho de mim e do João; sou grata, muito grata”.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Redes sociais

PUB