Inês Herédia revela pormenores sobre o início da relação com Gabriela Sobral

Inês Herédia abriu o coração a Cristina Ferreira para falar sobre a sua homossexualidade e a reação da família à sua orientação sexual. A atriz falou ainda do início da relação com Gabriela Sobral.

10 Nov 2020 | 17:10
-A +A

Inês Herédia esteve à conversa com Cristina Ferreira no “Dia de Cristina” esta terça-feira, 10 de novembro, e falou sobre a questão da homossexualidade e a dificuldade que teve em se assumir.

A atriz, que interpretou o papel de Isabela em “Quer o Destino”, da TVI, estreou em televisão o seu novo tema “I Would Do It Again”, que fala de uma história de amor entre duas mulheres que começou durante a pandemia.

 

“Foi muito difícil [de assumir]” a homossexualidade

De um amor cantado, entre duas pessoas do mesmo sexo, a conversa passou para a realidade e Cristina questionou Inês Herédia sobre a homossexualidade que assume e a relação que mantém com Gabriela Sobral, com quem tem dois filhos gémeos.

Inês Herédia falava que a melhor forma de ver o coração do outro é quando este sofre, porque é quando “está com as portas escancaradas” e é possível entrar na sua vida.

“A Gaby e eu quando nos conhecemos, quando nos apaixonámos, estávamos as duas a sofrer, por razões completamente diferentes. Só que é aí que tu vês o coração do outro. Quando tu vês alguém a sofrer, a outra pessoa está com as portas escancaradas, entras lá para dentro”, começou por dizer.

A atriz assumiu a Cristina que “foi muito difícil [de assumir]” a sua homossexualidade, mas que pôde sempre contar com o apoio da família.

Eu neguei durante muito tempo e tentei durante muito tempo apaixonar-me por homens. E apaixonei-me por um ou dois, mas há uma parte que só as mulheres é que têm, desculpem homens que estão presentes nesta sala, mas nós somos de facto tanta coisa. Foi muito difícil [de assumir], mais para mim que para os outros. Depois quando eu disse, a minha avó foi: “Ok pronto, e agora? Quer um cigarro?”. A minha avó é a maior”, conta.

 

Família sempre apoiou a atriz

Foi muito tranquilo [para a família]. A única questão, e foi a minha mãe que a teve, foi: Como é que nós temos uma relação tão próxima e só agora é que a Inês me está a dizer isso? Eu fiz a parte toda do sofrimento sozinha, não quis apresentar o problema à família. Apresentei uma solução: “É isto, estou feliz, estou com uma pessoa”. Achava eu que estava feliz. Mas quis apresentar a coisa resolvida, não quis pôr um problema em cima e a minha mãe só ficou magoada com isso. A minha mãe não percebeu porque não lhe contei imediatamente”, refere.

 

Isabela levou-a a infeção nos olhos

Foi de forma intensa que Inês Herédia interpretou a personagem Isabela na novela da TVI e a sua saúde acabou por sair prejudicada. A atriz revelou ter tido “uma infeção nos olhos de tanto chorar em cena”.

Inês diz ainda que esta “foi mesmo mesmo uma personagem muito intensa” e que “não conseguia parar de estudar”. “A Gaby foi um pilar incrível porque eu passei muito mal, a Isabela. É muito difícil fazeres uma mulher que aceita sofrer. É muito complicado para mim ainda falar sobre a Isabela. Mexeu muito”, termina.

Texto: Marisa Simões; Fotos: DR e Reprodução Instagram

 

Leia ainda:
Inês Herédia revela que padre foi segunda pessoa a saber da sua orientação sexual
Inês Herédia revela sofrimento antes de assumir homossexualidade: «Vivia na solidão»

PUB
Top