Iva Domingues responde a Goucha sobre polémica com Olavo Bilac e André Ventura!

Manuel Luís Goucha defendeu Olavo Bilac, que foi criticado por cantar num jantar do Chega, e Iva Domingues não se deixou ficar. Diogo Piçarra também já se pronunciou sobre o polémico caso.

13 Ago 2020 | 14:50
-A +A

A polémica que envolve Olavo Bilac está longe de chegar ao fim e já várias figuras públicas se pronunciaram sobre o caso. Iva Domingues é uma das mais recentes caras conhecidas a manifestar-se sobre o caso.

Tudo começou quando o cantor foi atuar a um jantar do Chega e tirou uma fotografia ao lado do líder do partido, André Ventura, que foi depois partilhada nas redes sociais. Muitos internautas não gostaram e criticaram Olavo Bilac por se associar àquela força política, tendo o próprio, inclusive, feito um pedido de desculpas público.

 

 

«Na altura, encarei isto só mesmo como mais uma atuação e mais uma selfie, especialmente numa altura em que eu, os músicos que me acompanham e os técnicos têm quase a totalidade do seu ganha pão cancelado desde março… Mas percebo que errei», escreveu num longo texto. «Nunca pretendi apoiar o Chega, assim como nunca apoiei qualquer força política para as quais já toquei ao longo de toda a minha carreira. Mas devia ter tido o discernimento para perceber que não era só mais um concerto para mais um partido e das implicações que esta atuação profissional iria desencadear», acrescentou, terminando: «Peço desculpa ao meu público que, de algum modo, se tenha sentido ofendido por esta situação, uma vez que sempre defendi valores enquanto cidadão independente bem diferentes daqueles apregoados por este partido. Peço desculpa também aos meus pares da indústria, músicos que já tantas vezes hipotecaram o dia devido aos seus princípios».

 

«Já não vivemos em democracia?»

 

Manuel Luís Goucha foi um dos primeiros a defender publicamente Olavo Bilac. «A única coisa que vejo de errado nesta foto é o facto de não ter sido respeitado o distanciamento físico. Pois eu, tanto tiro uma foto com André Ventura como com Catarina Martins, se mo pedirem, claro, e a metro e meio de distância de cada um», escreveu, terminando com uma questão: «Já não vivemos em Democracia?»

Esta publicação do apresentador da TVI recebeu milhares de likes e de comentários. Um deles foi o de Iva Domingues: «Quero apenas recordar que depois do ataque a tiro a uma discoteca gay, que matou 49 pessoas em Orlando, nos EUA , a extrema direita cristã veio comemorar! Lembrar ainda que Irão, Arábia Saudita, Iémen, Nigéria e Somália mantêm ainda hoje, a pena de morte para homossexuais ( nenhum destes países é de esquerda)».

Diogo Piçarra também usou as redes sociais para criticar Olavo Bilac. «Há coisas que o dinheiro simplesmente não compra, nem que estejas a passar dificuldades, e uma delas é a integridade», começou por escrever.

«Não me interpretes mal, Olavo, podes apoiar ou seguir quem tu quiseres, não peças é desculpa por isso. É ainda mais falta de caráter», acrescentou, terminando: «Na vida, às vezes ganhas mais em dizer que não, do que ser Olavo».

 

VEJA TAMBÉM:
Goucha agradece nomeação nos Troféus Impala de Televisão (vídeo)
Manuel Luís Goucha vai escrever livro sobre bastidores da televisão

 

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotografias: reprodução redes sociais

PUB
Top