Ivo Lucas pede ao Tribunal para ser absolvido e aponta “armas” a Cristina Branco

Ivo Lucas diz que não efetuava uma condução descuidada, refere que não existem provas de que a filha de Tony Carreira tenha falecido devido à colisão do carro e acusa fadista de falta de sinalização.

10 Ago 2023 | 23:00
-A +A

Depois de o juiz de instrução criminal, do processo relativo à morte de Sara Carreira, ter agravado a acusação de Ivo Lucas, que vai agora ser julgado pela prática de um crime de homicídio negligente na forma grosseira, cuja pena de prisão vai até aos cinco anos, o ator decidiu contestar a decisão instrutória e garante não ser responsável por aquele que foi o desfecho final do acidente, que foi a morte da filha de Tony Carreira.

Fadista defende-se, garantindo que o acidente só aconteceu porque Ivo Lucas se encontrava “a circular acima do limite legal permitido”

Na sua contestação, à qual a TV 7 Dias teve acesso, o ator, através do seu advogado, garante ser “falso” que “efetuava uma condução descuidada” e refere que o choque entre os dois carros “deu-se exclusivamente em virtude de a viatura [N.:R.: de Cristina Branco] não ser visível e de não haver qualquer sinalização de que existia um objeto imóvel na estrada”. Por seu lado, a fadista defende-se, garantindo que o acidente entre estas duas viaturas só aconteceu porque Ivo Lucas se encontrava “a circular acima do limite legal permitido, bem como devido à sua desatenção”.

Ivo Lucas pede ao Tribunal de Santarém para ser absolvido e aponta "armas" a Cristina Branco

Leia todos os pormenores do processo e saiba quando irá arrancar o julgamento na edição da TV 7 Dias que chega agora às bancas.

Texto: Carla Ventura (carla.ventura@impala.pt)
Fotos: Impala
PUB