Já está grávida de seis meses: Pivô da TVI Sara Pinto revela sexo do segundo filho

A pivô da TVI Sara Pinto, que está a participar na cobertura das eleições legislativas do canal e da CNN Portugal, está grávida de seis meses. A Vasco, vai juntar-se um outro rapaz… ainda sem nome.

30 Jan 2022 | 20:13
-A +A

A jornalista da TVI Sara Pinto, que está a conduzir a emissão dedicada às eleições legislativas levada a cabo pela estação de Queluz de Baixo e a CNN Portugal, está grávida de seis meses. Esta gestação tem sido “muito tranquila”, sem “atrapalhar no trabalho”, e sexo daquele que será o seu segundo filho já é conhecido: vem aí mais um rapaz.

“É outro menino. Ainda não tem nome, coitado, ainda está incógnito”, riu-se a pivô da TVI, de 35 anos, à margem de um evento realizado na semana passada, no qual os canais generalista e informativo da Media Capital apresentaram à Imprensa a operação informativa designada “Decisão 22”.

Citada pela MAGG, Sara Pinto falou sobre “uma diferença muito grande” que distingue as duas gravidezes. “Sobretudo quando são idades assim, muito próximas. O meu filho ainda não tem um ano e meio e requer muita atenção”, disse, referindo-se ao primogénito, Vasco, nascido no dia 5 de agosto de 2020. E prosseguiu: “Tirando uns pontapés aqui do mano, volta e meia, na barriga, nem me lembro, muitas vezes, que estou grávida. Porque estou com a atenção nele, com a atenção no trabalho.”

Os dois filhos são fruto da relação de Sara Pinto com o companheiro de longa data, Edgar.

 

Pivô da TVI Sara Pinto: “Estava a sentir-me um bocado mal”

 

Esta não é a primeira vez que a jornalista participa ativamente, grávida, numa cobertura noticiosa de um ato eleitoral para a TVI. O mesmo já tinha acontecido nas últimas autárquicas. “Ninguém sabia ainda”, brincou.

Pouco tempo depois, no dia 4 de novembro do ano passado, Sara Pinto entrevistou o líder do PSD, Rui Rio, ao lado do (ainda) Diretor de Informação da estação de Queluz de Baixo, Anselmo Crespo. Poucos souberam, mas a pivô sentiu-se indisposta durante a emissão. “Estava a sentir-me um bocado mal [risos]! Não queria dizer a ninguém, porque era muito recente, mas estava mesmo um bocadinho agoniada!”, confessou agora.

No final de 2020, a jornalista foi notícia ao trocar a SIC, onde estava há 12 anos, pela TVI. Antes de entrar em licença de maternidade, a profissional estava à frente da “Edição da Noite”, da SIC Notícias.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala, Divulgação e reprodução redes sociais
PUB