Júlia Belard acusada de habituar mal o filho

A atriz fez esta quinta-feira, dia 31, uma partilha com os fãs sobre um dilema da maternidade que está a atravessar.

31 Ago 2017 | 15:01
-A +A

Júlia Belard escreveu esta quinta-feira, dia 31, um texto comovente em que fala sobre um dilema comum a todos as mamãs: o julgamento dos outros. Ao que a atriz descreve, as pessoas acusam-na de estar a habituar mal o filho, como se pode ler na publicação que fez:

“Este foi o primeiro jantar de anos do Matias e foi o também a primeira vez que saiu para jantar fora. Eram os anos da Avó. Portou-se muito bem mas passou o jantar todo ao meu colo como uma lapinha. Toda a gente diz que o estou a habituar mal. Mas prefiro tê-lo ao meu colo a dormir descansado para que se acalme e nas próximas vezes consiga dormir melhor sozinho do que ouvi-lo chorar. Foi também a primeira e única vez em dois meses que me consegui arranjar. Comecei às quatro da tarde e mesmo assim chegámos atrasados! Acabei no parque do Bliss, em vez de a fazer o celebre botellón, a dar de mamar. Se há um ano atrás me dissessem que isto ia acontecer soltaria uma enorme gargalhada. Hoje, não trocaria um único momento destes por uma saída à noite. Obrigada Matias por me ensinares que a maior beleza da vida está em dar, dar e dar.”

O bebé da atriz já tem dois meses e e fruto da relação com o piloto Francisco Sérvulo Correia.

Júlia Belard perdeu peso em tempo recorde 

Pouco mais de duas semanas após o parto, a atriz  perdeu o pouco peso que ganhou ao longo da gravidez – apenas seis kg – e afirma ainda estar mais magra do que estava antes de engravidar, A recente mamã toma assim uma posição e afirma que nem todas as mulheres são iguais nem as próprias gravidezes. 

O estereótipo de que a mulher deve engordar “cerca de nove kg a 12 kg” parece não combinar com a atriz que decidiu escrever nas redes sociais sobre o seu caso. Nomeadamente o facto de se ter preocupado com o pouco peso que ganhou: “No fim do sexto mês tinha engordado dois kg o que me deixou relativamente preocupada e, por isso, comecei a comer muito mais. Ainda assim, e mostrando como a maioria das coisas que se dizem absolutas sobre gravidez e pós-parto não passam de ideias pré-concebidas que nem sempre correspondem à realidade, o meu bebé estava no percentil 75, a crescer lindamente. Isto mostra que muito embora os estudos apontem para cerca de nove kg a 12 kg ganhos durante uma gravidez saudável numa mulher com IMC (índice de massa corporal) normal, cada caso é um caso e nem tudo é linear. Ou seja, não é por ter engordado menos que o meu bebé não estava ótimo. 

Já perto dos nove meses tinha ganho seis kg e comecei a assustar-me com as possibilidades. Vi e ouvi muitos depoimentos tristes de como o corpo muda e nunca mais volta ao lugar. Ao mesmo tempo parece haver uma pressão cada vez maior da sociedade para estarmos sempre em forma e no nosso melhor.”, admitiu revelando ter ganho apenas seis kg no final da gravidez. 

E não são só estas as revelações surpreendentes. A atriz contou ainda as poucas mudanças que viu no seu corpo contrastando com o testemunho da maioria das grávidas: “Bom, no dia a seguir ao parto o meu peso era exatamente o mesmo que antes de engravidar e uma semana depois estava ainda mais magra. Claro que há uma série de fatores que condicionam esta evolução, como a idade, genética, antecedentes, tipo de parto, amamentação, por aí fora. O corpo não volta exatamente à forma original de um dia para o outro, eu própria tenho flacidez e outras imperfeições mas o que posso dizer e o que gostava de ter ouvido é que com uma gravidez, um parto e um pós-parto perfeitamente comuns e normais como os que tive também se espera uma recuperação normal. 

 Acredito que a parte mais difícil chega agora, com a fome que a amamentação traz e a falta de tempo que temos para nós, conseguir manter a forma não será tarefa fácil. No entanto, tenho a certeza que com muito trabalho e vontade tudo é possível.”, escreveu. 

A atriz mostra assim que cada gravidez é diferente. Relembre, por exemplo, os casos de Carolina Deslandes e Carolina Patrocínio. A cantora que sofreu com os vários kg ganhos e as mudanças físicas e, por outro lado, a apresentadora de Fama Show, Carolina Patrocínio, que foi e é alvo de muitas críticas pelo seu corpo atlético mesmo durante a gravidez. 

Veja também:

 

 

PUB
Top