Joana Diniz e a vida de mãe solteira: «Ando em baixo, confesso»

A ex-concorrente da Casa dos Segredos, da TVI, fez um desabafo nas redes sociais sobre o seu estado físico e emocional.

10 Set 2020 | 9:00
-A +A

«Ela é a luz dos meus olhos e eu por ela viro o mundo. Mas por vezes sinto que ainda devia ser mais para ela, dar-lhe mais… o tempo e a rotina apressa-nos, não conseguindo eu ser tão perfeita quanto acho que ela o merece quando falha a paciência do stress diário que é a “vida” e ela que nada tem culpa. ». É desta forma que Joana Diniz, ex-concorrente da Casa dos Segredos, da TVI,  desabafa sobre a sua filha, Valentina, nas redes sociais.

A jovem realça também o trabalho árduo de uma mãe solteira – o seu caso – e o facto das mulheres terem uma “carga” em cima delas para que nunca falhem. «O trabalho, a lide doméstica, a agenda, as responsabilidades … isso tudo para uma só pessoa não é fácil. Às vezes penso: ‘Como é que nós, mulheres, aguentamos com tanta carga física e emocional sem podermos falhar em nada? Poder, podemos, mas carregamo-nos com um grau de exigência enorme a nós próprias… pode o mundo todo falhar, mas nós somos mães e mãe não falha», continua.

«Sinto-me extremamente cansada»

 

Apesar de sempre ter demonstrado ser uma mulher de garra e de fibra, a ex-concorrente da Casa dos Segredos, da TVI, não esconde que se sente abatida. «Eu ando em baixo, confesso. Não é propriamente sentir-me em baixo a nível emocional, mas sinto-me extremamente cansada por ter tanto trabalho e responsabilidades, e sentir na responsabilidade de não poder falhar nem na minha vida e muito menos com a minha filha»,

E o facto de ter regressado à rotina, faz com que Joana entre em “desespero” e se sinta culpada por, por vezes, se sentir «sem paciência» para a filha. «A iniciação da creche, a rotina que já não estava habituada… tudo isso tem mexido comigo porque no fundo sinto-me sem paciência e sentir que não há paciência por momentos para os nossos filhos faz com que ainda pior me sinta como mãe. Não sou só eu, sei e é uma verdade, mas a culpa é gigantesca. Vocês também sentem isso? A melhor mãe do mundo é o que ela merece, mas não o consigo ser sete dias por semana», desabafa.

Muitas foram as seguidoras que comentaram esta partilha e que “aconchegaram” a jovem neste momento mais nostálgico.

É de realçar que Joana e o pai da filha, Igor Sanchéz estão separados há uns meses e a relação de ambos é complicada.

Texto: Andreia Costinha de Miranda; Fotos: Reprodução Instagram
Leia também:
Joana Diniz reage a provocação do pai da filha: «Trabalho para realizar os meus sonhos»

PUB
Top