Joana ‘morre na praia’ e é expulsa do “Big Brother – A Revolução”

Joana foi a concorrente escolhida pelos portugueses para abandonar o “Big Brother – A Revolução”.

06 Dez 2020 | 23:46
-A +A

Joana foi a concorrente eleita para dizer “adeus” ao “Big Brother – A Revolução”, tendo ficado com 44 % dos votos (votação pela positiva). A jovem de Cascais despede-se, assim, do reality show da TVI e ‘morre na praia’, a poucas semanas da grande final, que se realiza na noite de 31 de dezembro.

Jéssica Fernandes também estava nomeada, mas reuniu mais votos, mostrando ser favorita por parte dos telespectadores. Pedro, outro dos nomeados, foi salvo pelos portugueses no início da gala.

Corte e costura no “Big Brother”: Carina e Joana atacam Zena nas costas

Carina ganhou a oportunidade de passar a noite de quinta-feira no quarto dos privilégios com outro concorrente do “Big Brother”. A escolha recaiu sobre Joana, com quem pôde dar asas às opiniões que tem sobre os restantes colegas da casa mais vigiada do País. A principal visada? Zena.

Tudo começou nas horas anteriores. Durante a eleição do concorrente com menos espírito de equipa, a madeirense mencionou o nome de Joana e Jéssica Fernandes. “Primeiro, começou por dizer que a maneira como falo com as pessoas e como me impunha não revelavam espírito de equipa”, começou por explicar a cascalense. “Ela usa o mesmo argumento para tudo”, acrescentou.

“Porque é que a Joana tem pouco espírito de equipa? Porque é pouco empática. Porque é que a Joana tem pimenta na língua? Porque é pouco empática”, enumerou ainda a concorrente, numa clara alusão à suposta falta de argumentos da namorada de André Abrantes.

Por sua vez, Carina tentou encontrar uma explicação para o comportamento de Zena. “Não sei… E olha que eu gosto dela, mas há algo nela que não bate certo”, disse.

Texto: Inês Borges; Fotos: DR

Veja também:
Carina e Joana atacam Zena nas costas
Joana sofre lesão e chora compulsivamente. Colegas em pânico

PUB
Top