Joana quebra o silêncio e garante que foi ameaçada de morte por Rui Pedro

Joana afirma que “todos os acontecimentos relatados” sobre as supostas ameaças de Rui Pedro, ocorridas nos bastidores do “Big Brother”, “correspondem à verdade”. E garante que há várias testemunhas.

14 Dez 2020 | 15:00
-A +A

Joana quebrou o silêncio para afirmar que foi ameaçada por Rui Pedro, também ele ex-concorrente do “Big Brother”, e que a GNR (Guarda Nacional Republicana) foi chamada aos estúdios da Venda do Pinheiro, a partir de onde as galas de domingo do reality show da TVI são transmitidas.

“Todos os acontecimentos relatados sobre a noite de ontem correspondem à verdade. Várias pessoas viram e a GNR foi chamada ao local”, escreveu a ex-concorrente no Twitter.

 

 

O caso teve lugar antes da emissão deste domingo, 13 de dezembro, do “Big Brother”. Uma fonte da TVI explicou à TV 7 Dias que a “betinha de Cascais” chamou as autoridades depois de o empresário a ter intimidado. “Ele disse-lhe que lhe partia os dentes e ameaçou-a de morte”, contou-nos.

Até esta manhã, e depois de Rui Pedro ter desmentido a designer de moda, esta tinha apenas referido, também naquela rede social, que não iria marcar presença na gala apresentada por Teresa Guilherme. “Não vou poder comparecer na gala de hoje. Muito obrigada a todos que estavam à minha espera, não vai ser possível”. Já Rui Pedro esteve com os restantes colegas em estúdio.

 

Rui Pedro ataca Joana: “Vale tudo para ganharem protagonismo barato”

 

O namorado de Jéssica Antunes utilizou o Instagram para desmentir as mesmas notícias. “Estou totalmente incrédulo com a mentira compulsiva da colega Joana. Realmente, para pessoas sem escrúpulos, vale tudo para ganharem protagonismo barato. Ameaçar alguém é crime público. Se alguma vez tivesse essa atitude, que veemente condeno, teria de ser imediatamente detido. Por favor, não acreditem em notícias deploráveis e sem fundamento”, afirmou.

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução redes sociais

PUB