Joana Solnado explica ‘silêncio’ nas redes sociais durante dois anos

Joana Solnado revela que nunca sentiu necessidade de ter redes sociais, mas que isso mudou há pouco tempo. A atriz explica o que esteve na origem desta mudança.

07 Mai 2022 | 9:50
-A +A

Nos últimos dois anos, Joana Solnado esteve desaparecida das redes sociais, o que deu azo a que muitos fãs questionassem os motivos da sua ausência. “Hoje em dia, quem não tem redes sociais é como se não existisse”, afirmou a atriz, de 38 anos, no programa “Estamos em Casa”, SIC, em outubro do ano passado, tendo revelado que estava afastada da ficção nacional por opção própria e, embora continuasse com a página do Facebook ativa, não ligava muito. Agora, Joana Solnado revelou o verdadeiro motivo do seu afastamento.

Alguém roubou as minhas contas das redes sociais no final de 2020 e eu não as consegui recuperar até hoje. Foi estranho ver anos de registo devassados e apagados. Pessoas a fazerem-se passar por mim. Nunca percebi o porquê disso. Continuo sem conseguir atingir”, começou por contar.

“Aproveitei, depois de algumas tentativas, a desculpa de não conseguir tê-las de volta para então, sair das redes. Que maravilha. Um alívio, uma sensação boa de liberdade e mais espaço mental para fazer outras coisas, para criar. Nunca fui de ficar muitas horas aqui, mas o tempo que ficava era precioso e eu gastava-o sem prazer. Passaram dois anos. As redes sociais não me fizeram falta absolutamente nenhuma, muito pelo contrário. Até ao dia que fizeram”, desabafou a atriz.

Joana Solnado explicou, então, como se deu nova viragem. “Dia 24 de Fevereiro de 2022, quando começou a guerra. Nesse dia, mudei de necessidade e a minha opinião mudou com ela. Precisei da vossa ajuda para divulgar informação importante que poderia salvar vidas e não tinha como chegar às pessoas que me seguiam. Esse momento, foi o primeiro em dois anos, que tive pena de não ter redes sociais e de não poder contar convosco pela minha mão”, contou.

“A importância das comunidades nos tempos de hoje dá-nos grandes privilégios que eu não quero perder. Continuarei a não gastar muito tempo por aqui, mas tenho a convicção que se o que partilhamos puder mudar o dia de alguém, esse movimento na polis já valeu a pena, tornou-se, inevitavelmente, uma acção política”, sublinhou, acrescentando ainda: “Esta conta era pessoal e não mexia nela desde 2016. Mantive algumas fotografias da época que me trazem sensações boas. Estou a tratar de recuperar a minha conta oficial @joanasolnadoficial e espero desta vez conseguir, sinceramente”. No final, Joana Solnado faz um apelo: “Se conheceres alguém no Instagram que me possa ajudar, o contacto é bem-vindo (…) Nesta foto estou feliz, que bom te ver por aí de novo!”.

Texto: Carla S. Rodrigues; Fotos: Reprodução redes sociais

PUB