João Baião reage à morte da mãe com poema emocionante!

João Baião quebrou o silêncio sobre o duro golpe que atravessa. A mãe, Maria Luísa, morreu no dia do 56.º aniversário do apresentador e foi a enterrar dois dias depois.

10 Out 2019 | 15:07
-A +A

João Baião vive momentos de grande dor e amargura. No dia em que celebrou o seu 56.º aniversário, na terça-feira, o apresentador esteve no velório da mãe, Maria Luísa, que morreu aos 85 anos. A progenitora morreu na véspera do seu aniversário, tal como aconteceu com o pai, há nove anos, precisamente na mesma data. Severino morreu em 2010, na sequência de um AVC.

Três dias depois, a estrela da SIC voltou ao ativo nas redes sociais e partilhou com os seguidores uma homenagem à progenitora através de um poema sentido de Antero de Quental.

 

«Mãe – que adormente este viver dorido,

E me vele esta noite de tal frio,
E com as mãos piedosas até o fio
Do meu pobre existir, meio partido… Que me leve consigo, adormecido,
Ao passar pelo sítio mais sombrio…
Me banhe e lave a alma lá no rio
Da clara luz do seu olhar querido… Eu dava o meu orgulho de homem – dava
Minha estéril ciência, sem receio,
E em débil criancinha me tornava,

Descuidada, feliz, dócil também,
Se eu pudesse dormir sobre o teu seio,
Se tu fosses, querida, a minha mãe!
Antero de Quental

Muito obrigado a todo» lê-se.

 

 

Perante a publicação, foram vários os fãs e os amigos que fizeram questão de deixar uma palavra de força a João Baião, que sempre foi bastante acarinhada por todos.

 

Saiba tudo sobre o momento difícil pelo qual passa João Baião na próxima edição da TV 7 Dias. Nas bancas a partir desta sexta-feira!

 

Texto: Márcia Alves | Fotografias: Impala

PUB
Top