João Baptista em silêncio no tribunal depois de “ex” o acusar de violência doméstica

João Baptista está a ser julgado pelo crime de violência doméstica, mas na primeira audiência em tribunal não prestou declarações.

12 Mai 2022 | 16:00
-A +A

Com 37 anos, o ator João Baptista, que podemos apreciar no papel do mecânico Tó Calhau, na novela “Por Ti”, da SIC, apresentou-se no passado dia 5 no Tribunal de Loures, por ter sido acusado por uma ex-namorada da prática de vários crimes de violência doméstica. Dina Kelly acusa o ator de a ter, alegadamente, agredido e perseguido entre julho de 2017 e abril de 2018, enquanto namoraram, e de a ter ameaçado de morte.

Desde que apresentou queixa, Dina tem um botão de pânico, é seguida por um psicólogo e deixou de trabalhar à noite no seu espaço de estética num centro comercial, em Loures, por medo. A empresária assegurou que foi ameaçada de morte duas vezes.

Leia tudo sobre João Baptista em tribunal na sua revista Maria em banca

João Baptista tem dado cartas da representação e tem somado participações em novelas. É pai de Maria Clara, de dois anos, fruto da relação com Marisa. A vida pessoal do jovem ator de 37 anos tem sido amplamente noticiada e não pelos melhores motivos.

Em agosto de 2021, João Baptista reagiu às acusações, nas redes sociais, e escreveu diretamente sobre o caso e diz que a mulher que lhe colocou este processo é “oportunista e maldosa”.

“Se todos fossem como eu, juro pela minha filha que o mundo era melhor”, começou por escrever, no InstaStories, ferramenta do Instagram. “Não é mania, apenas sei o que valho e as pessoas que ajudo sem ninguém ver. Querem apagar a minha vela e difamar a minha pessoa quando na realidade só eu e os meus sabemos onde a vela arde, e da minha pessoa nada sabem”, continuou João Baptista.

O ator, que os telespectadores podem ver atualmente na novela Amor, Amor, da SIC, faz ainda acusações à ex-namorada: “Para que conste, até posso ser acusado e o processo onde me meteram, pensado e elaborado muito bem, correr bem para uma senhora sem escrúpulos, oportunista e maldosa, mas até lá sou inocente. Não houve julgamento nenhum (…) No entanto, vou continuar a sorrir, ok? Em qualquer lado, a qualquer hora”.

Fotos: Redes Sociais

PUB