João Baptista FAZ BULLYING a Carlos Costa: «Um pó de preconceito e ainda homofobia»

Carlos Costa e João Baptista coincidiram esta terça-feira, dia 25 de setembro, na mesma festa. O ator filmou e fez comentários menos apropriados sobre o cantor. O artista acusa-o de bullying.

26 Set 2018 | 15:24
-A +A

Carlos Costa voltou a surpreender tudo e todos com a escolha da indumentária para o evento. Surgiu apenas com uma saia vermelha até aos pés, sem qualquer parte de cima, utilizando os cabelos para tapar a zona dos mamilos.

Mais uma vez, voltou a ser o centro das atenções…e de toda a polémica. Quem fez questão de ridicularizar o cantor foi o ator João Baptista. Através de uma série de publicações no seu Instastory, João partilhou um vídeo onde se ouve um amigo a dizer comentários insultuosos sobre o cantor

«Já está a transbordar de tesão, João, está a olhar para mim. Já está com o c**** todo molhado, né?», afirma o amigo do ator que integrou a novela Paixão no vídeo, onde surge na imagem apenas Carlos Costa, que descontraidamente pousava na passadeira vermelha do evento.

Veja os vídeos!

 

 

«É ofensivo, não é bonito»

O jovem madeirense ficou ofendido com a atitude desta figura pública e, sem nunca referir o nome da pessoa em causa, mostrou o desagrado na sua conta de Instagram.

«Obviamente que se percebe que não é o dono da página que está a dizer isto, mas a partir do momento em que a pessoa permite que uma ofensa destas seja colocada na sua rede social é como se fosse ela a proferir a mesma ofensa. Troquei algumas brincadeiras com ele sem fazer a menor ideia de que ele me estava a filmar com este tipo de palavreado», começa por referir o artista.

«Seria incapaz de fazer este tipo de vídeo contra a vontade da pessoa e muito menos de os publicar com este tipo de linguagem. É ofensivo, não é bonito, é a minha cara que está ali», afirma, recordando que a pessoa em causa [João Baptista] foi recentemente vítima de agressão exatamente por uma situação semelhante. O ator da SIC foi brutalmente agredido no dia 26 de agosto, depois de ter pedido a dois homens que o parassem de o filmar.

 «Este vídeo não é para comprar mais uma polémica barata, é simplesmente para que vejam que as pessoas não são tão vítimas quanto isso e que este tipo de coisas ainda acontecem», acrescentou o cantor.

«Uma situação lamentável»

Em declarações exclusivas ao site da TV7Dias, Carlos Costa relembra toda a situação, continuando a preferir não apontar o nome de João Batista.

«Abordou-me com o telemóvel ligado para me filmar a dar-me um beijo.. Eu tive um atitude que ele não esperava: uma atitude sóbria. Cumprimentei-o e demonstrei preocupação para o sucedido com essa pessoa no passado. Não sabia que estava a ser filmado pela pessoa em questão, porque estava a pousar na passadeira para os fotógrafos», relembra.

Carlos confessa que se sentiu ridicularizado pelas atitudes desta figura pública. «Fez aquilo que não gosta que lhe façam. Misturando uma linguagem de mau tom, uma pitada de gozo, um pó de preconceito, bullying e ainda homofobia. Fui abordado posteriormente pela mesma pessoa para mais uma brincadeira de mau tom, que não lhe correu bem. Não faço ideia a respeito de quem se referem no vídeo aquelas frases que ouvimos. Mas independentemente de quem quer que seja, é mau. Não para mim… mas para todos nós.», adianta.

O ex-concorrente do programa «A Tua Cara Não Me É Estranha» acha curioso o facto do ator fazer exatamente o mesmo que despontou as recentes agressões de que foi alvo. «Houve alguém que no passado foi agredido porque se recusou a ser filmado contra-vontade. Ontem fez o mesmo e com linguagem inadequada. Falei com a pessoa pessoalmente e demonstrei preocupação para com a passada agressão. Prestei os meus lamentos. E foi isso que recebi em troca», desabafa Carlos.

O cantor descreve o sucedido como «uma situação lamentável», acrescentando que «cada um faz aquilo que a sua consciência lhe dita».

«Que seja muito feliz e que muitos sucessos lhe esperem. É tudo o que desejo», remata.

Fotografias: Paula Alveno e DR

 

PUB
Top