João Ricardo morreu há três anos e emociona famosos: “Trago-te sempre comigo”

João Ricardo morreu há três anos, vítima de um tumor cerebral. No dia em que se assinala a efeméride, os amigos João Baião e Miguel Costa recordam de forma emotiva o ator.

23 Nov 2020 | 18:20
-A +A

João Ricardo morreu há três anos. O ator foi vítima de um tumor no cérebro e deixou um filho, Rodrigo, hoje com 15 anos. A data, assinalada esta segunda-feira, 15 de novembro, foi lembrada por João Baião e Miguel Costa, amigos e colegas de profissão de alguém que permanece na memória dos portugueses.

“Três anos! Não me esqueço, não nos esquecemos do João Ricardo!”, escreveu o apresentador da SIC, atualmente à frente do matutino “Casa Feliz”, como legenda de uma fotografia de João Ricardo.

 

(vídeo realizado pela Impala aquando da morte de João Ricardo:)

 

De resto, João Baião tem sido dos famosos que mais se manifestaram publicamente sobre a morte do ator. Em março passado, por exemplo, no programa “24 Horas de Vida”, a estrela do entretenimento da SIC ficou de lágrimas nos olhos ao recordar um dos últimos encontros com o amigo.

“Não me despedi dele [João Ricardo]. Eu odeio dizer adeus. Quase não o conheci. Ele estava com um olhar vazio, não falou. Houve um momento em que ele meteu a mão na minha mão e disse: ‘Obrigado, meu querido'”, disse, na altura.

 

Miguel Costa para João Ricardo: “Trago-te sempre comigo”

 

Já Miguel Costa, que partilhou o elenco de vários projetos televisivos com João Ricardo, assinalou a efeméride com uma fotografia em que surge com o amigo. Como descrição da imagem, escreveu: “Trago-te sempre comigo, querido João. Há três anos que nos fazes muita falta. Um grande beijinho.”

João Ricardo começou por ser hospitalizado em 2016, depois de se ter sentido mal durante as gravações da novela “Rainha das Flores”, da SIC. Nesse mesmo ano, o ator foi internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e submetido a uma operação a um tumor no cérebro.

Após um longo período de tratamentos, João Ricardo regressou ao trabalho, para integrar o elenco de outra produção da estação de Paço de Arcos, “Espelho d’Água”, da qual veio a desistir para lutar contra o reaparecimento do tumor. Tinha 53 anos.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top