Jogador de futebol de 21 anos morto com 10 tiros na sua terra natal

Choque e luto no mundo do futebol. Felipe Diogo, um jovem avançado brasileiro de 21 anos, é atingido por 10 tiros na sua cidade natal, Ribeirão Preto, resultando em tragédia.

01 Nov 2023 | 13:05
-A +A

Um jogador de futebol Felipe Diogo, avançado brasileiro de 21 anos que representa o São Bernardo na Série C do campeonato brasileiro, foi vítima de um tiroteio mortal. O jogador estava de férias na sua cidade natal, Ribeirão Preto, quando foi atingido por 10 tiros.

Veja ainda: Paollo Madeira: Acidente de viação tira a vida a atleta

Apesar de ter sido prontamente transportado para uma unidade de saúde, Felipe Diogo não conseguiu sobreviver aos ferimentos. As circunstâncias por trás deste terrível incidente permanecem um mistério, uma vez que a polícia está a investigar o caso. O mundo do desporto chora a perda deste jovem talento promissor, e a comunidade futebolística está profundamente entristecida por esta tragédia.

 

E vão 8! Messi faz história na Bola de Ouro e há motivo para Ronaldo ficar de fora

E vão 8! Lionel Messi acaba de entrar para a história ao ser o primeiro jogador a ganhar a Bola de Ouro sem atuar na Europa. O astro argentino faz também história ao torna-se o primeiro jogador a chegar ao oitavo troféu. E verdade seja dito que Messi bate o recorde de… Messi. Pois já é assim há algum tempo.

A entrega da Bola de Ouro aconteceu em Paris e Lionel Messi chegou ao Théâtre du Châtelet na companhia da mulher, Antonella Roccuzzo. Ao casal juntaram-se os três filhos: ThiagoMateo e Ciro. Momentos antes de serem conhecidos os 10 melhores, ficou a saber-se que Rúben Dias ficou em 30º lugar. O outro português da lista, Bernardo Silva, ficou nono lugar. O jogador do Manchester City chegou ao evento acompanhado pela mulher, Inês Degener Tomaz, que impressionou pela forma física depois de ter sido mãe. Bernardo Silva é assim o quarto jogador português a ficar na lista dos melhores do mundo em mais do que uma ocasião. Os restantes são: Cristiano Ronaldo, Luís Figo e Eusébio.

Texto: Inês Borges e Bruno Seruca; Fotos: DR
PUB