Jorge Jesus sai do tribunal no carro da advogada. Veja as imagens

Jorge Jesus foi ouvido em tribunal desde o início até ao final da tarde no caso do ataque à academia de Alcochete. Saiu do Tribunal de Almada, onde falou por videoconferência, com a advogada.

07 Jan 2020 | 20:10
-A +A

A sessão do julgamento do ataque à academia de Alcochete foi dada por terminada no final da tarde desta terça-feira, 7 de janeiro, com Jorge Jesus a abandonar o Tribunal de Almada, onde esteve a ser ouvido por videoconferência desde as 14h20. O atual técnico do clube brasileiro do Flamengo saiu do local no carro da advogada, como provam as imagens captadas pela TV 7 Dias.

 

Veja todas as imagens na galeria!

 

Na sessão, o antigo técnico do Sporting começou por recordar a entrada dos atacantes. «Eram tantos… Lembro-me perfeitamente de que comecei a correr direto à cabine. Não os vi a entrar, eram muitos, a maior parte da cabeça coberta. Os últimos 4 elementos que fizeram a invasão vinham de cara destapada, um deles reconheci: o Fernando Mendes. Mais de 20 eram de certeza. Parecia a marcha de um pelotão de guerra», afirmou Jorge Jesus.

«Foi à porta de entrada do vestiário [balneário] que vi o Fernando Mendes e lhe pedi ajuda. Foi antes de entrar no edifício. Pedi para ele impedir aquilo de acontecer. Mas eles já estavam quase todos dentro da cabine do vestiário. Muito fumo, muitos gritos dentro do vestiário. Não consegui chegar à cabine onde estavam os jogadores. Fui agredido e reagi à agressão», lembrou ainda o treinador, referindo que o agressor fugiu de imediato.

Quando chegou ao balneário, «muitos já estavam a sair». Momentos depois, Jorge Jesus recordou que voltou a ser agredido. «O Petrovic viu-me a sangrar. Apareceu outro indivíduo, que trazia um cabo. Também me viu levar um soco. Entrei dentro das instalações e há um que me dá com o cinto na cara e no ombro. Vou atrás dele e quando saio da cabine vejo-os todos. Isto passou-se nos corredores», contou Jesus. «O Fernando Mendes está perto de mim quando levo um soco», acrescentou.

 

Leia tudo aqui.

 

VEJA TAMBÉM:
Jorge Jesus e as saudades de Portugal: «Cada vez mais percebo os emigrantes»
Dia de emoções! Jorge Jesus apoiado pela mulher e filhos em dia de homenagem
Deliciosa homenagem! Restaurante brasileiro batiza prato com nome de Jesus

 

Texto: Sílvia Abreu; Fotografias: Zito Colaço

PUB
Top