Jornalista da RTP avança com processo contra diretor e canal. Exige 10 mil euros

Rosa Veloso interpôs um processo contra o seu Diretor de Informação, António José Teixeira, e a própria RTP. Em tribunal, a jornalista vai pedir uma indemnização por danos morais de 10 mil euros.

01 Jan 2021 | 16:50
-A +A

Rosa Veloso, coordenadora da redação da RTP no Algarve entre 2015 e outubro passado, depois de dez anos como correspondente da estação em Madrid, Espanha, interpôs uma ação judicial contra o seu Diretor de Informação, António José Teixeira, e a própria estação pública.

A jornalista exige a restauração dos seus direitos de personalidade depois de lhe ter sido tirado o cargo sem aparente justificação. A medida foi tomada pelo responsável na sequência da abertura de um inquérito interno devido a queixas de elementos da delegação em questão contra Rosa Veloso.

Apesar de nada ter chegado a ser provado e de o processo ter sido arquivado, António José Teixeira retirou o pelouro da coordenação à jornalista e enviou-a para a redação da RTP em Lisboa. E sem lhe dizer que funções iria exercer, salienta o Correio da Manhã, que avança a notícia na edição desta terça-feira.

Rosa Veloso recusou mudar-se do Algarve para a capital e encontra-se de baixa. Citado pelo mesmo diário, o advogado da jornalista, Rui Esperança, diz que a sua cliente “entendeu que está a ser prejudicada quantos aos seus direitos enquanto trabalhadora” e que “está a ser objeto de um tratamento discriminatório, com impacto na sua vida profissional e pessoal”.

Rosa Veloso “tentou vários vezes contactar com o seu superior hierárquico e com a administração, em vão”, refere ainda o causídico, acrescentando que a jornalista exige uma indemnização por danos morais de 10 mil euros e uma sanção pecuniária por cada dia de atraso no cumprimento da sentença. O caso começa a ser julgado, já este janeiro, no Tribunal de Faro.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala

PUB