Jornalistas da RTP sofrem tentativa de homicídio em trabalho. Empresário condenado

Dois jornalistas da RTP sofreram uma tentativa de homicídio em trabalho. O autor dos crimes foi condenado a uma pena suspensa de cinco anos de prisão e ao pagamento de uma indemnização de 4500 euros.

30 Abr 2021 | 21:35
-A +A

Dois jornalistas da RTP ganharam a batalha em tribunal contra um empresário de Torres Novas, que foi acusado de os ter tentado matar. O caso aconteceu há cinco anos, quando Soraia Ramos e Marques de Almeida recolhiam imagens para uma reportagem de investigação sobre a venda de material de combate a incêndios pelo Estado a uma empresa de reciclagem de sucatas daquela cidade.

Depois de ter confirmado que falaria com os repórteres da RTP, esse homem voltou atrás na sua palavra, disse que não queria ser filmado e ameaçou os jornalistas de os atropelar caso eles não abandonassem o local. Como Soraia Ramos e Marques de Almeida se mantiveram na via pública, junto àquela empresa, o empresário subiu para um carro e tentou concretizar a ameaça. Acabou, entretanto, por agredir o operador de câmara da estação pública de televisão.

O momento ficou registado em vídeo e terá servido de prova para que o Tribunal da Relação de Évora desse o arguido como culpado, apesar de este ter negado a intenção de atingir os jornalistas da RTP. O empresário foi condenado a uma pena suspensa de cinco anos de prisão por dois crimes de homicídio qualificado na forma tentada, um crime de ofensas à integridade física e ainda ao pagamento de uma indemnização de 4500 euros.

Por resolver está ainda a acusação de atentado à liberdade de imprensa. A queixa foi apresentada e decorre num processo paralelo. Tiago Rodrigues Bastos, advogado de Soraia Ramos e Marques de Almeida, lamentou que este crime não tenha sido salientado em tribunal e recordou que os seus clientes “não eram apenas curiosos, mas dois jornalistas no exercício da sua profissão”.

 

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: reprodução RTP e redes sociais

PUB
Top