Ofender na brincadeira! José Castelo Branco «foge das regras e enterra-se»

A TVI transmite este domingo, 11 de agosto, às 22h50, o espectáculo Roast – Jose Castelo Branco. A TV 7 Dias esteve nos bastidores e conta-lhe tudo em primeira mão.

11 Ago 2019 | 22:15
-A +A

Tocam as dez badaladas da noite. As luzes baixam, os assobios ecoam entre as paredes da Praça de Touros. Ao som dos Earth, Wind & Fire com a música dos September inicia-se a diversão. O palco decorado ao estilo da Grécia antiga faz jus à entrada do convidado de honra – José Castelo Branco – carregado por quatro «escravos» que o transportaram até ao centro, onde permaneceu quase toda a noite.

Ana Garcia Martins, a mestre das cerimónias, foi a mediadora num «ringue de violência verbal, mas obviamente tudo na brincadeira» e dirigiu-se ao grupo de convidados como quem «foi aos saldos e só conseguiu isto». Entre eles, Fanny Rodrigues, Hugo Sousa, Alexandre Santos, Fernando Madureira, Vítor Espadinha, Jorge Kapinha e Gilmário Velma.

Foi Hugo Sousa, o comediante nortenho, quem fez as primeiras honras da casa. Para a Fanny, apelidada por Pipoca de «bimbalhona portuguesa» houve piadas ao seu peso e à sua intelectualidade; ao Vítor Espadinha, de 80 anos, todos as investidas debruçaram-se na sua idade; para Kapinha, o insucesso da sua carreira deu lugar a algumas risadas e sua presença foi uma surpresa para Zé. «Eu não percebi o que ele estava ali a fazer», comentou.

 

Veja todas as imagens da noite na galeria!

 

Já a «versão genérica de Fernando Rocha», isto é, Alexandre Santos, passou grande parte do espetáculo a mexer no telemóvel, sendo chamado à atenção por «sua majestade», José Castelo Branco. Ainda, Fernando Madureira, o popular ‘Macaco’ dos Super Dragões, nas palavras de Ana Garcia, a sua grande adversária «por ser do Benfica» veio «diretamente do estabelecimento prisional» e foi o elemento mais temido. «Quem não estou a marcar é o Madureira, tenho um certo respeito, porque também tenho amor à vida», brincou Alexandre.

Veja a promo:

O humor negro reinou durante toda a noite e para Fanny «as pessoas sabem para o que vêm». Para a ex-concorrente da Casa dos Segredos, as expectativas estavam «superelevadas», mas, «correu muito bem» até porque diz estar «muito bem resolvida».

O espetáculo, no geral, foi uma noite épica de comédia, mas Hugo Sousa estava um pouco apreensivo com Fanny e com Fernando Madureira, porque «nunca os tinha visto neste formato, mas mesmo eles estiveram muito bem», rematou.

 

Zé, o homem da noite

 

«My darlings, chegou a minha vez», disse José Castelo Branco quando pegou no microfone, e de seguida relatou a sua história desde criança. «Senti muito o meu momento», afirmou. Tal ato provocou uma reação por parte dos restantes convidados. Para Hugo Sousa, ele divagou, «fugiu das regras do roast e enterrou-se».

O facto de ter estado sem interagir também chamou a atenção. «Eu achei piada a toda a gente, mas a imitação do Zé de múmia era qualquer coisa», manifestou Alexandre. Em sua defesa, a figura pública da noite assume que manteve a sua postura como uma «rainha», mas admite que «as únicas coisas que me irritam solenemente foram tocar-me no meu filho, na minha Betty, isto são coisas que eu não admito».

 

«Ficou possuído quando me viu»

 

Disposto a tirar a camisa «se o Zé pedir», a noite prometia para Fernando Madureira. Na opinião do líder da claque do FC Porto, José «é uma pessoa diferente do que estamos habituados, mas é uma boa pessoa», explicou, sentindo-se «caído de paraquedas» neste evento, cujo convite vem na sequência de um vídeo publicado pelo socialite no Instagram.

Os dois tiveram a oportunidade de se conhecer antes do espetáculo, ao que o José «ficou louco, possuído quando me viu», conta Madureira à TV 7 Dias. Castelo Branco, por sua vez, confirma. «Ele pode não ser um grand seigneur [N.R.: grande senhor] mas acho que é um homem digno», adiantou à nossa revista. Em palco, Fernando Madureira beijou-o na mão, por mais do que uma vez, assim como também recebeu grande atenção de Zé…

 

Texto: Carolina Sousa | Fotografias: Paula Alveno

 

(artigo originalmente publicado na edição nº 1689 da TV 7 Dias)

PUB
Top