José Castelo Branco obrigado a pagar uma multa por faltar a tribunal

José Castelo Branco faltou a uma audiência do processo em que é acusado de roubar um perfume no aeroporto. Caso aconteceu em 2019.

02 Jun 2022 | 9:00
-A +A

José Castelo Branco deveria ter comparecido em tribunal para responder pela acusação de roubo de um perfume numa loja do aeroporto de Lisboa, a 11 de dezembro de 2019. O Jornal de Notícias avança que o socialite faltou sem avisar. José Castelo Branco será, por isso, alvo de multa por falta de comparência.

Esta não é a primeira vez que Castelo Branco falha o julgamento do processo em que está acusado de ter furtar. Aconteceu com a audiência que estava marcada para 15 de fevereiro passado. Nesta data, o marchand d’art estava em Nova Iorque, nos EUA. Nessa altura, enviou um pedido ao juiz para não estar presente, alegando que estava a fazer um tratamento por sofrer de stress pós-traumático. O socialite adiantou que o seu advogado iria no seu lugar, no entanto, este também não marcou presença no Campus da Justiça.

Recorde-se que este episódio aconteceu quando o socialite se preparava para embarcar rumo aos Estados Unidos, no aeroporto Humberto Delgado. Na altura, o marido de Betty Grafstein relatou o sucedido nas redes sociais. “Estou aqui parado no aeroporto, porque a menina onde eu ia pôr perfume da Dior foi chamar a segurança para ficar famosa. A pindérica disse que eu estava a roubar. Agora estou aqui. Imagina a passar por ladra. Isto não é normal”, disse, numa instastory.

“Vocês acreditam que agora eu estou detida, nem sequer vou poder embarcar? Esta gente é louca. Ela quer ficar famosa, a empregadota. O que é que se vai fazer?”, acrescentou.

Texto: Ana Filipe Silveira; Fotos: Impala e Reprodução redes sociais

PUB