José Raposo recusou papel em novela… por causa da idade!

José Raposo admite ter sido convidado para fazer parte de uma novela, ainda em exibição, mas que acabou por recusar o convite. Tudo por causa do papel atribuído.

14 Jun 2019 | 22:50
-A +A

A série Golpe de Sorte, líder de audiências no horário nobre da televisão, conta com um elenco «arrebatador». Quem o diz é José Raposo, de 56 anos, que faz parte da produção da Coral Europa para a SIC e que, em conversa com a TV 7 Dias, confessa «não estar surpreendido» com o sucesso que a mesma alcançou entre os portugueses.

Para o ator, que iniciou a sua carreira em televisão em 1988 em Canto Alegre, da RTP1, esta inovação já deveria ter sido feita há muito tempo. Recorda que as produtoras de ficção começaram a «fantasiar-se demasiado», em vez de optarem por uma «realidade portuguesa».

«É óbvio que as pessoas se identificam e o êxito disto [Golpe de Sorte] é a prova de que as pessoas querem [este tipo de trabalho]. E, no fundo, é a coisa mais simples do mundo. É ser-se simples. Não há grande justificação. Acho que se estava a fazer uma coisa que não tinha nada a ver connosco. Por isso é que este êxito não me surpreendeu», conta.

 

«Tenho um carimbo bem marcado de que sou revisteiro»

 

José Raposo contracena com a ex-mulher, Maria João Abreu, a protagonista da série Golpe de Sorte. Segundo o ator, o ex-casal nunca deixou de se reencontrar nos palcos, mesmo depois de se terem divorciado há mais de 11 anos. Ainda assim, admite que o facto de fazerem teatro, nomeadamente revista, faz com que a atribuição de papéis seja significativa.

«Tenho aqui um carimbo bem marcado de que sou revisteiro. Claro que entretanto fui por outros caminhos. Já fiz cinema mas… tenho esse carimbo. Conotaram os atores de revista como atores menoresA Maria João [Abreu] também o tem.  Está a provar agora que é uma atriz extraordinária. É a prova de que um ator é um ator. Ou é bom ou não. Ponto final. Não é por ser cómico ou de revista que é pior», revela José Raposo, acrescentando que chegou a ser rejeitado por esse motivo.

 

Recusa fazer papel de avô

 

Em conversa, José Raposo admite ainda ter sido convidado para fazer parte de uma novela, ainda em exibição, mas que acabou por recusar o convite. Tudo por causa do papel atribuído.

«Convidaram-me para fazer o papel de avô. E eu disse que não. Era uma coisa que eu não sabia dizer. Já começo a aprender. Ser avô de uma pessoa que tinha menos dez anos do que eu», lembra.

O recém-papá confessa não perceber o porquê de «não quererem velhos em televisão» e mostra-se indignado com as produtoras. «Não querem velhos não sei porquê. Deve ser o único país do mundo que não põe velhos a trabalhar», diz o ator, que chegou a indicar cerca de dez nomes para fazer o papel. «Fui-me lembrando de nomes e disse. Grande atores que não estão a fazer nada e que podem fazer de avô».

José Raposo refere ainda o motivo pelo qual não escolhem estas pessoas: «Acham que os velhos não dão audiências. A [Maria] João [Abreu] foi protagonista do Golpe de Sorte só porque o Daniel Oliveira decidiu. Nunca na vida dariam protagonismo a uma pessoa de 50 anos», completa.

 

VEJA TAMBÉM:
José Raposo põe aparelho nos dentes aos 56 anos: «Só no fim é que percebi»
Goucha alerta Sara Barradas: «Se não ficasses com o José Raposo, ficava eu»
Que ternura! Sara Barradas e José Raposo posam com filha em produção «maravilhosa»
Maria João Abreu reage ao nascimento da filha de José Raposo e Sara Barradas!

 

Texto: Márcia Alves | Fotografias: Zito Colaço, arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top